Jeep avalia Renegade com opção híbrida-leve na Europa

Compass com conjunto mecânico similar também foi visto recentemente na região
Jeep Renegade

Jeep Renegade | Imagem: Divulgação

Ao que tudo indica, a Jeep não deixará restrito ao Compass sua futura mecânica híbrida-leve.

Segundo novos flagras do perfil GABETZSpyUNIT, o Jeep Renegade também está sendo avaliado na Europa com o conjunto propulsor eletrificado.

Alternativa mais acessível em relação à gama 4xe, segundo relatos da mídia especializada europeia o sistema híbrido-leve avaliado pela Jeep utiliza como base o novo motor 1.5 da família GSE trabalhando em conjunto com a transmissão de dupla embreagem fornecida pela alemã Getrag.

A caixa em questão seria uma evolução do câmbio 7DCT300, o qual traz como principal novidade a presença de um motor elétrico integrado. Ele é capaz de entregar em torno de 20 a 34 cv de potência e ajuda nas acelerações e retomadas do veículo. 

Vantagens de um híbrido-leve

Ao contrário de um híbrido convencional ou um híbrido plug-in, geralmente equipados com motores elétricos mais robustos capazes de movimentar o veículo, o sistema híbrido-leve tem como principal apelo o menor custo.

Apesar de não garantir, de forma isolada, a potência e o torque necessários para colocar o carro em movimento, a premissa de um híbrido-leve é reduzir a demanda que incide de forma isolada sobre o motor a combustão em um carro convencional, fazendo com que o automóvel consuma menos combustível e emita menos poluentes. 

Um híbrido-leve, portanto, consegue desempenho superior em relação a um carro sem o suporte da eletrificação, com a vantagem do uso racional de combustível.

Pouco se sabe sobre a opção 1.5 dentro da família GSE, a qual vai se somar ao 1.0 e o 1.3, ambos com produção no Brasil.

Rumores sinalizam que o 1.5 GSE será aplicado em modelos de proposta esportiva, como os futuros Alfa Romeo Tonale e Dodge Hornet. Ele poderá entregar entre 200 e 300 cv de potência, de acordo com notícias de bastidores.

Ainda é cedo para falarmos sobre qualquer possibilidade de contarmos com o Compass ou o Renegade com propulsão híbrida-leve aqui no Brasil, contudo, sabendo que a opção 4xe da dupla será vendida por aqui, certamente devemos acompanhar de perto o desenvolvimento da nova opção para os dois SUVs.

Unidade do Jeep Renegade com propulsão híbrida-leve em teste na Europa
Unidade do Jeep Renegade com propulsão híbrida-leve em teste na Europa
Imagem: Walter Vayr/@gabetzspyunit