Jeep Commander deve estrear novos motores em breve

Flagra revela protótipo do SUV 7 lugares em teste ao que tudo indica validando algum dos novos propulsores
Flagra do Jeep Commander provavelmente testando novos motores no Brasil

Flagra do Jeep Commander provavelmente testando novos motores no Brasil | Imagem: Alexandre Tourino

Com uma proposta que caiu no gosto do público brasileiro, o Jeep Commander deverá ser aprimorado ao longo dos próximos meses. 

O AUTOO teve acesso a imagens que mostram claramente um protótipo do SUV 7 lugares circulando pela Rodovia Fernão Dias durante o fim de semana passado. A estrada em questão liga os estados de São Paulo e Minas Gerais, no qual a Stellantis mantém seu centro de engenharia e desenvolvimento no país. 

Em uma análise preliminar, a leve camuflagem no protótipo não nos parece esconder alterações estéticas significativas para o Commander em um horizonte de curto prazo. O SUV deverá mesmo é receber evoluções importantes sob o capô. 

De acordo com apurações do Autos Segredos, o Jeep Commander vai oferecer um portfólio de motores atualizado no Brasil, ao que tudo indica muito em breve. 

As melhorias contemplam tanto as opções diesel quanto os catálogos flex, segundo relata o site sediado em Minas Gerais. 

Modelo não deverá receber alterações estéticas significativas
Modelo não deverá receber alterações estéticas significativas
Imagem: Alexandre Tourino

Para a opção diesel, a Jeep deverá substituir o 2.0 Multijet, que oferece 170 cv e 35,6 kgfm, por um 2.4 com potência e torque ainda desconhecidos, porém, obviamente, superiores em relação aos números atuais graças ao maior deslocamento. O câmbio de 9 marchas e o sistema de tração integral deverão ser preservados. 

Já as versões de acesso do Jeep Commander deverão ter o 1.3 turbo flex da família GSE (Global Small Engine) substituído pelo 2.0 turbo já aplicado no Jeep Compass oferecido na América do Norte.  

Por lá, conforme relatamos, o 2.0 GME (Global Medium Engine) aceita apenas gasolina e alcança 202 cv e 30,5 kgfm. Podemos esperar por alguns ganhos nos dois parâmetros com o propulsor operando com etanol. 

VEJA TAMBÉM:

Em relação ao Commander T270 atualmente vendido no Brasil, que dispõe de até 185 cv e 27,5 kgfm, o motor 2.0 sobrealimentado certamente vai trazer ao Jeep ganhos substanciais de desempenho. 

Atualmente o Jeep Commander parte de R$ 245.490 no catálogo Limited T270. Bem aceito desde sua estreia, em 2021, o Commander encerrou 2022 com 22.311 unidades vendidas, volume bem superior às 13.700 unidades emplacadas pelo Toyota SW4 no mesmo período, até então a referência no Brasil entre os SUVs de maior porte com 7 lugares. 

Jeep Commander 2022
Jeep Commander atual tem como opções os motores 2.0 turbodiesel e 1.3 turbo flex 
Imagem: Divulgação

Recomendados por AUTOO

Youtube
Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

SUVs coadjuvantes em vendas podem ser opção para os best-sellers Creta e T-Cross
Aviação
Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Companhia aérea anunciou medidas para sair da crise financeira
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções