Prevista para o Brasil, Jeep Gladiator supera Amarok V6 em potência

Marca divulga algumas especificações de sua picape média para o mercado argentino
Jeep Gladiator 2020

Jeep Gladiator 2020 | Imagem: Divulgação

Enquanto a Jeep do Brasil não comenta o lançamento da Gladiator em nosso país, na Argentina, a história é diferente. A picape tinha até data para estrear, em janeiro, mas acabou atrasando. No entanto, a empresa por lá já confirmou os primeiros detalhes oficiais da picape média que será oferecida no país vizinho, incluindo sua motorização e as versões: Overland e Rubicon. 

Após a Jeep Gladiator já ter sido flagrada rodando em testes na Argentina, o site oficial da empresa por lá confirmou algumas das especificações da novidade que será oferecida em breve naquele país. O que se sabe até o momento é que que a picape será oferecida com o motor 3.6 V6 da família Pentastar, o mesmo utilizado pelo atual Wrangler e outros produtos da Dodge e da Chrysler. 

Com isso, ela entregaria 285 cv de potência e 35,9 kgfm de torque. Junto ao propulsor, a Jeep Gladiator deverá contar com um câmbio automático de oito marchas e tração 4x4 com caixa de redução. Entre as picapes médias oferecidas na Argentina, tal potência colocaria a novidade no topo entre os modelos mais potentes do segmento, superando a Volkswagen Amarok V6 turbodiesel, que tem 258 cv. 

Ainda não se sabe quanto a Jeep cobrará pela Gladiator na Argentina, uma vez que o país reviu as regras tributárias para veículos importados de fora da região do Mercosul. Dessa forma espera-se que a novidade precise pagar taxas extras, elevando seu preço final ao consumidor. No entanto, a imprensa argentina lembrou que a picape deverá ser mais barata que o Wrangler por lá, uma vez que seria classificada como veículo comercial e não pagaria impostos extras por conta do consumo reduzido de combustível, como acontece com o SUV. O Wrangler mais barato por lá custa US$ 101.500, ou cerca de R$ 574,4 mil. 

Jeep Gladiator 2020
Jeep Gladiator 2020
Imagem: Divulgação