Maverick com motorização híbrida e tração integral pode estar nos planos da Ford

Flagra recente da picape em testes nos EUA sinaliza o desenvolvimento da opção inédita
Ford Maverick 2022

Ford Maverick 2022 | Imagem: Divulgação

O time sempre atento do Ford Authority trouxe nesta semana um flagra bastante revelador envolvendo a Maverick, picape intermediária da marca também comercializada no Brasil. 

De acordo com o site, um protótipo peculiar da picape foi observado parcialmente camuflado, sendo que alguns detalhes na lateral do veículo despertaram a atenção do site norte-americano especializado na marca. 

É possível constatar claramente que a unidade em testes contava com uma bateria adicional fixada na porta traseira esquerda, sendo que alguns cabos de alta tensão saíam do componente e até mesmo a maçaneta na cor amarela deixava claro que a região deve ser manipulada com cuidado.  

Quando observado em sua região posterior, o protótipo exibia claramente a suspensão independente traseira, a qual hoje em dia é oferecida somente nos catálogos 2.0 turbo com tração integral, como é o caso da versão Lariat FX4 importada ao Brasil

Somando todos os indícios, tudo leva a crer que a Ford pode estar trabalhando em uma inédita configuração híbrida com as quatro rodas motrizes dentro da gama Maverick.  

Bateria posicionada na parte externa da picape sinaliza tratar-se da Maverick Hybrid
Bateria posicionada na parte externa da picape sinaliza tratar-se da Maverick Hybrid
Imagem: Ford Authority

Atualmente o catálogo eletrificado é posicionado como a versão de entrada da picape, contando apenas com tração dianteira e preço mais convidativo. 

Uma opção híbrida com tração integral faria todo sentido no portfólio da picape, uma vez que muitos consumidores deste tipo de produto têm predileção pelo sistema AWD, porém, não necessariamente, fazem questão do alto nível de desempenho proporcionado pelo motor 2.0 turbo, considerando mais interessante o menor consumo obtido no catálogo eletrificado. 

Como a atual Maverick Hybrid conta com uma pequena bateria principal de 1,1 kWh, a peça adicional observada no protótipo sinalizaria ainda que a configuração com tração integral pode trazer um componente mais robusto, o que favoreceria ainda mais a eficiência da picape híbrida.  

Sem dúvida tal configuração também pode ser interessante para o mercado brasileiro, em especial considerando que, até o momento, tanto a Fiat Toro quanto a Renault Oroch não contam com opções de conjuntos motrizes eletrificados. Vamos acompanhar. 

No detalhe a suspensão traseira independente, disposição oferecida nas versões com tração integral da Maverick
No detalhe a suspensão traseira independente, disposição oferecida nas versões com tração integral da Maverick
Imagem: Ford Authority