Gosta do Nissan GT-R e do Juke? Então você vai se surpreender com a união que a Nissan irá promover entre os dois carros. O Juke, que é um crossover de tamanho compacto para os moldes do mercado europeu, irá ganhar a letra R e junto com ela o motor 3.8 litros V6 biturbo que equipa o Nissan GT-R. Com 530 cv a 6.400 rpm e 62,4 kgfm de torque entre 3.200 e 6.000 rpm, ele virá acoplado a um câmbio manual de seis velocidades e tração integral também do superesportivo nipônico adaptados para o crossover.

Na carroceria, o modelo terá entrada de ar no capô e aerofólio feitos em fibra de carbono e as rodas serão aro 20 polegadas calçadas com pneus de alto desempenho. Por dentro, sabe aquelas telas “touchscreen” do GT-R? Então, o Juke passa a contar com elas. Os bancos (do motorista e passageiro) serão de corrida com cinto de segurança de cinco pontos. Os bancos traseiros foram retirados para a instalação da gaiola de segurança, conforme especificações da FIA (Federação Internacional de Automobilismo).

Agora vem a parte triste, porque primeiro que o Nissan Juke não é vendido no Brasil. Segundo, mesmo que fosse vendido por aqui, ele não seria visto nas ruas, pois é homologado apenas para corridas. Serão produzidos apenas dois exemplares do Juke-R, um com o volante do lado direito e outro com o volante do lado esquerdo do veículo. O veículo é preparado pela empresa RML com apoio do NTC-E (Centro Nissan de Tecnologia para a Europa).

Jair Oliveira

|