Nissan March completa 30 anos

Compacto japonês, também conhecido como Micra em outros países, já está na 4º geração

Nissan March 2010 | Imagem: Nissan

Faz pouco tempo que o Nissan March chegou ao Brasil – a marca iniciou sua importação apenas em 2011 – mas o carrinho japonês já um velho conhecido no mercado mundial. Neste ano a montadora celebra 30 anos de seu compacto, que também é conhecido em outros países pelo nome Micra. Lançado em 1982, o veículo atualmente já está na quarta geração.

A primeira geração, produzida entre 1982 e 1992, foi lançada no Japão para substituir o Nissan Cherry, até então o principal compacto da montadora naquele país. Esse modelo, porém, não ficou limitado apenas ao mercado japonês e logo foi enviado a Europa, onde obteve um relativo sucesso devido a suas dimensões compactas e o motor de baixo consumo. Já no início dos anos 1990 o modelo ganhou a América quando passou a ser fabricado no Canadá.

Predominava nessa época o design “quadradão”, com pouco arrojo mas muita funcionalidade. As linhas retas na carroceria permitiam ao fabricante economizar nos processos de produção, pois não era necessário um maquinário complexo para construí-lo. Essa mesma característica também refletia em baixos custos com manutenção no caso de avarias na lataria.

Durante o tempo em que foi produzido, o primeiro March teve versões com motor 0.9, 1.0 e 1.2. Houve também versões com carroceria duas e quatro portas.

A segunda geração do March/Micra veio em 1992 e com ela linhas mais suavizadas e uma boa dose de tecnologia. O compacto pela primeira vez ganhou motores com sistema de injeção eletrônica, o que o tornou ainda mais eficiente, além de outros recursos, como airbags frontais e freios ABS.

Novamente o compacto fez sucesso na Europa, a ponto até de ser eleito o Carro do Ano no continente em 1993 (foi o primeiro veículo japonês a conseguir tal prêmio). A produção dessa série foi até 2002.

A terceira geração, considerada a mais moderna do ponto de vista estético, foi lançada no Salão de Paris de 2002. Esse modelo foi o que mais teve derivações, como opções com motorização de performance elevada, o Micra R, e até com carroceria conversível, que recebeu o nome “C-C”. Houve até uma versão com tração integral, a 4WD.

Essa versão do carrinho foi no produzida no Japão e na Inglaterra e as linhas de montagem continuaram ativas até 2010, ano em que a Nissan lançou o modelo atual. Simplificado na parte visual para aumentar sua participação (e aceitação) em outros mercados fora do eixo Ásia-Europa, o March passou a ser fabricado em outros pólos produtivos da marca, como México e Tailândia, e se consolidou como o principal compacto da marca japonesa.

A versão fabricada no México e quem vem para o Brasil foi a primeira a ganhar motorização bicombustível, algo que a marca ainda não havia feito com seu compacto. Embora seja importado, o March é o carro que a Nissan mais vende no Brasil, fato que motivou a empresa a mover esforços para produzi-lo no País, o que deve ocorrer em meados de 2014 em uma nova fábrica em Rezende (RJ).

Assine a newsletter semanal do AUTOO!