Segunda geração da VW Amarok poderá ter versão R de 300 cv

Revista afirma que modelo receberá opção equivalente à nova Ford Ranger Raptor, com a qual compartilhará plataforma
Projeção de Nikita Chuyko sobre a próxima geração da VW Amarok

Projeção de Nikita Chuyko sobre a próxima geração da VW Amarok | Imagem: Kolesa/Nikita Chuyko

O desenvolvimento em conjunto das novas gerações para a Ford Ranger e a Volkswagen Amarok não é mais novidade. Executivos da marca do oval azul teriam dito que seu produto trará como diferencial o requinte. Do lado da marca alemã, restava saber qual seria a abordagem em relação a sua caminhonete para afastá-la da Ranger.

Não resta mais. Segundo a revista alemã Auto Bild, um dos focos da Volkswagen com a próxima geração da Amarok estará na esportividade. Um dos caminhos que a empresa estaria percorrendo seria o de oferecer uma inédita versão R à picape. A sigla é empregada nas configurações mais potentes dos carros da VW. Sua chegada ocorreria em 2023, um ano após a estreia da nova geração.

Saiba mais: nova Amarok V6 mais forte deve estrear no Brasil em dezembro

Visualmente, uma futura Volkswagen Amarok R deverá trazer elementos exclusivos, agregando um porte mais esportivo à caminhonete. Porém, ela manterá alguns apetrechos para não perder sua capacidade em trechos de fora-de-estrada. Com mais potência, ainda é possível que a marca recalibre o sistema de tração integral da Amarok para a versão R, além de oferecer modos de condução selecionáveis e mais esportivos.

Ao que tudo indica essa possível Amarok R seria o equivalente à nova Ranger Raptor. Ambas trariam sob o capô um propulsor turbodiesel com capacidade para entregar cerca de 300 cv. Hoje, as versões mais potentes da Volkswagen Amarok usam um motor 3.0 V6 turbodiesel capaz de entregar 258 cv de potência e 59,1 kgfm. 

Projeção de Nikita Chuyko sobre a próxima geração da VW Amarok
Projeção de Nikita Chuyko sobre a próxima geração da VW Amarok
Imagem: Kolesa/Nikita Chuyko
Assine a newsletter semanal do AUTOO!