Novas Ranger e Amarok serão ''iguais, mas diferentes''

Nova geração para cada uma das caminhonetes é desenvolvida em conjunto, mas a dupla não terá mesmo posicionamento
Ford Ranger 2020

Ford Ranger 2020 | Imagem: Divulgação

Em maio, o comitê executivo da Volkswagen deu sinal verde para o acordo de parceria da empresa com a Ford. Ambas as marcas deverão desenvolver em conjunto novos veículos elétricos e também comerciais leves. Entre os projetos de cooperação, está uma nova geração para a dupla Volkswagen Amarok e Ford Ranger.

Enquanto a VW informou que sua picape não será mais produzida na Argentina na próxima geração, a da Ford deve seguir. No entanto, mesmo com as duas caminhonetes tendo o desenvolvimento ocorrendo em conjunto, cada uma deverá guardar suas respectivas exclusividades, incluindo posicionamento de mercado.

Saiba mais: nova VW Amarok V6 mais forte deve chegar em dezembro ao Brasil

Em entrevista ao site australiano Motoring, Andrew Birkic, presidente da Ford para aquele país, informou que, na Ranger, “temos luxo, temos vantagens sobre a Volkswagen. Acho que a Amarok terá posicionamento distinto. Eles vão trazer uma dinâmica diferente”. Deu-se a entender que o modelo da Ford poderá focar no requinte.

A nova geração para Ford Ranger e Volkswagen Amarok deve ser apresentada em 2022. Para a região da América do Sul, a fábrica do oval azul na Argentina trata a dupla sob o nome “Projecto Cyclone”. Enquanto as novidades não estreiam, a demanda na região permanece alta. A VW revelou planos para passar a produzir 230 unidades da Amarok diariamente, enquanto a Ford quer fabricar 234 unidades da Ranger atual por dia.

Volkswagen Amarok 2018
Volkswagen Amarok
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!