Uma Ford global, reiteirou hoje o presidente mundial da Ford, Allan Mullaly, no Salão de Paris. Mas não de maneira simultânea, explicou para o AUTOO nesta quinta-feira em Paris o diretor de assuntos corporativos e governamentais da empresa no Brasil, Rogelio Golfarb. “A tendência é que o intervalo entre o lançamento de um modelo seja reduzido para poucos anos, mas dificilmente veremos veículos chegando ao mesmo tempo em vários mercados”, disse.

A Ford mostra em Paris o novo Focus ST, versão esportiva da 3ª geração, que será lançada nos Estados Unidos e Europa no começo de 2011. “O Brasil ainda terá de esperar um pouco, afinal a atual geração vende muito bem e é moderna – tem apenas dois ano” justificou Rogelio.

EcoSport mundo afora

O executivo da Ford confirmou que nosso país ficará alinhado com o restante do mundo: “não teremos mais produtos regionais. Eles não serão vendidos em todos os países, mas sempre serão pensados para vários mercados”.

Rogelio deu um exemplo com o EcoSport. O crossover compacto ganhará nova geração em 2012, desenvolvida com exclusividade pela filial brasileira e que será produzido em Camaçari, após a ampliação da unidade, que terá capacidade para 300.000 carros por ano. “O novo Eco é um produto genuíno da engenharia brasileira e será exportado e produzido também em outros países, um feito até hoje nunca alcançado pela indústria nacional”, disse com orgulho.

Sobre novidades para o Brasil, o executivo confirmou a vinda da versão híbrida do Fusion: “mostraremos no Salão e começaremos a vendê-la em seguida. E ela impressiona. Traz motor 4 cilindros e motor elétrico, mas anda como um V6 e consome 30% menos que um popular”, concluiu.

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/