Honda HR-V 2023 traz alto nível de segurança, eficiência e opção de motor 1.5 turbo flex

SUV é apresentado com pacote de assistentes de condução de série; confira o conteúdo das 4 versões do modelo
Honda HR-V 2023

Honda HR-V 2023 | Imagem: Divulgação

A Honda apresentou a terceira geração do HR-V e já podemos adiantar que o nível de tecnologia semiautônoma do modelo é surpreendente desde a versão de entrada.

E, por falar em versões, a estratégia da marca japonesa será a seguinte: lançar as versões com motor 1.5 aspirado em agosto e, em outubro, começam as vendas das unidades com propulsor turbo de mesmo deslocamento.

A terceira geração do modelo (segunda no Brasil) se baseia nos três pilares mais exigidos pelos consumidores: segurança, preocupação com o meio ambiente e conectividade.

Segundo Roberto Akiyama, vice-presidente comercial da Honda Automóveis do Brasil, “as emissões de poluentes já figuram entre os assuntos mais cobrados pela sociedade como um todo” e, por isso, a Honda se preocupou em produzir motores que pudessem entregar o máximo de eficiência energética. Falaremos sobre motores mais abaixo.

Estiloso

O novo Honda HR-V ficou ainda mais imponente que o anterior, assim como AUTOO já havia apresentado em maio.

E a parte boa é que será possível distinguir as configurações turbinadas e aspiradas pela grade frontal. Na aspirada, contamos com uma grade futurista, com filetes horizontais, que lembra aquelas utilizadas em carros elétricos, cujo design é bastante excêntrico. Já as configurações turbinadas trarão uma grade tradicional, com acabamento em black piano, formato colmeia e apliques mais agressivos na parte interior do para-choque.

Os faróis são de LED em todas as versões e somente a EX não conta com luzes auxiliares de neblina. O carro continua com linhas esguias e, agora, a linha de cintura alta e janelas menores resulta em uma maior sensação de segurança para quem vai no habitáculo, além de deixar o carro com visual mais robusto. Quanto maior a área de chapa metálica, mais imponente o SUV fica e nisso os designers da Honda acertaram na mosca.

A traseira reservou espaço para uma das lanternas mais charmosas desse segmento (com acabamento fumê na Touring), principalmente por ter uma régua de LED que atravessa a tampa do porta-malas.

Com relação às medidas, poucas foram as mudanças: 4,38 metros de comprimento para as versões turbinadas (Advance e Touring) e 4,33 m de comprimento para as aspiradas (EX e EXL). O antecessor contava com 4,32 m de comprimento, sendo que o entre-eixos de 2,61 m foi preservado. A altura do New HR-V alcança 1,59 m de altura (1 cm a mais que a geração anterior) e a largura da nova geração é de 1,79 m (2 cm a mais). O HR-V 2023 contará somente com rodas aro 17", mudando apenas o visual de acordo com a versão. 

Apesar dos elogios até aqui, o novo Honda HR-V perdeu (e muito!) no quesito porta-malas e já não podemos dizer que esse é um item para quem pensava em fugir do espaço para bagagens apertado do Jeep Renegade. Agora, o HR-V tem apenas 354 litros de espaço para as malas. A versão Touring de segunda geração tinha 393 litros e as unidades com motorização aspirada 1.8 suportavam até 437 litros, o que era um atributo muito positivo do SUV.  

Confortável e versátil

A cabine foi muito bem projetada pelos engenheiros da Honda. Os materiais são de boa qualidade e há bancos de couro a partir da versão EXL. Na parte traseira há espaço para dois adultos viajarem com conforto e o túnel central de apenas dois dedos de altura não atrapalha em nada a acomodação dos pés.

Saídas de ar-condicionado estão garantidas também para quem vai na segunda fileira e encosto do assento central com porta-copos está presente também a partir da EXL.

A alta qualidade também se repete na parte dianteira da cabine. O painel de instrumentos conta com telas de 4,2” na EX e EXL, enquanto Advance e Touring possuem tela TFT de 7”. Já o multimídia de 8” sensível ao toque e com conexão para Android Auto e Apple CarPlay sem fio também equipa, de série, todas as versões.

Motores

O HR-V é equipado com motor de 1,5 litro em todas as unidades, mas a EX e EXL possuem o 1.5 DI DOHC i-VTEC aspirado e a Advance e Touring são equipadas com o 1.5 DI i-VTEC Turbo.

O aspirado despeja 126 cv a 6.200 rpm com etanol ou gasolina. O torque é de 15,8 kgfm com combustível derivado do álcool e de 15,5 kgfm com gasolina a 4.600 rpm. Ainda não tivemos a oportunidade de andar com o carro e a Honda também não divulgou informações da prova de 0 a 100 km/h nem velocidade máxima. O mesmo podemos dizer sobre o motor 1.5 turbo, que só será apresentado nos próximos meses.

Mas o que podemos dizer é que o motor aspirado, após sair do 1.8 para 1.5, perdeu em potência e torque.

Comparando a versão anterior do HR-V EXL com a nova, o utilitário esportivo “engordou” 33 kg e sua potência e torque tiveram reduções de 14 cv e 1,6 kgfm, respectivamente. Desta forma, é provável que a aceleração de 0 a 100 km/h dos HR-V com motor aspirado poderá ser inferior à do modelo antigo.

Mas isso pouco vai importar quando você comparar as médias de consumo da segunda geração com a terceira. O HR-V aspirado atual alcança médias de 8,8 e 12,7 km/l na cidade (etanol/gasolina) e 9,8 e 13,9 km/l na estrada (etanol/gasolina). O anterior percorria apenas 7,7 e 11 km/l (etanol/gasolina) em trechos urbanos e 8,6/12,3 km/l (etanol/gasolina) em rodovias. 

Confira, abaixo, o detalhamento completo de todos os equipamentos e versões do novo Honda HR-V: 

New HR-V EX – faróis full-LED, botão de partida (Start/stop Engine), modos de direção Normal e ECON, rodas de alumínio aro 17”, ar-condicionado automático com dupla saída na traseira, duas portas USB para os passageiros do banco traseiro, central multimídia 8” touchscreen com Android Auto e Apple Car Play sem-fio, painel digital TFT de alta resolução de 4,2 polegadas, Magic Seat, bancos revestidos em tecido, banco traseiro bipartido 60/40, seis airbags, Honda SENSING, HDC (controle de descida em rampa), LaneWatch (assistente para redução de ponto cego), câmera de ré, EPB (freio de estacionamento eletrônico com função Brake Hold) e alerta de pressão dos pneus (TPMS).

New HR-V EXL – Todos os equipamentos acima e/ou: bancos revestidos em couro, Smart Entry (destravamento por aproximação da chave), espelho retrovisor eletrocrômico, faróis de neblina em LED, volante revestido em couro com paddle shifts, apoio de braço central no banco traseiro, rodas de alumínio aro 17” (exclusiva das versões EXL Honda SENSING e Advance), tweeters dianteiros (2) e sensores de estacionamento traseiros.

New HR-V Advance – Todos os equipamentos acima e/ou: myHonda Connect, carregador de celular por indução, painel digital TFT de alta resolução de 7 polegadas, ar-condicionado automático dual zone, modos de direção (ECON, Normal, Sport), para-choques esportivos, ponteira dupla de escapamento, rebatimento elétrico dos espelhos retrovisores, função Tilt-Down no retrovisor direito, sensores de estacionamento dianteiros e sensor de chuva.

New HR-V Touring – Todos os equipamentos acima e/ou: banco do motorista com acionamento elétrico, partida remota do motor, rodas de alumínio aro 17” com design exclusivo, abertura automática do porta-malas por sensor de movimento com função de fechamento (Walk Away Close), molduras externas black piano, lanternas escurecidas e tweeters traseiros (2). 

O novo HR-V terá as opções de cores sólida Branco Tafetá; as metálicas Cinza Basalto (inédita no portfólio da Honda), Azul Cósmico e Prata Platinum; e as perolizadas Branco Topázio, Cinza Grafeno (novas no HR-V), Preto Cristal e Vermelho Mercúrio. As versões EX e EXL terão início de pré-venda em 2 de agosto. A chegada nas concessionárias está prevista para o fim do mesmo mês, quando os preços serão divulgados. As vendas das versões Advance e Touring, como apresentamos anteriormente, começarão a ser oferecidas a partir de outubro. 

Honda HR-V 2023
Honda HR-V 2023
Imagem: Divulgação
Tags