Novo Jeep Renegade elétrico e o Avenger poderão ser vendidos juntos no Brasil?

Dois SUVs eletrificados estão sendo cotados para serem oferecidos no mercado brasileiro
Jeep Renegade na versão híbrida plug-in, disponível em alguns mercado pelo mundo

Jeep Renegade na versão híbrida plug-in, disponível em alguns mercado pelo mundo | Imagem: Divulgação


Antes da Stellantis confirmar que o Renegade vai ter uma nova geração e que passará a ser 100% elétrico, houve um anúncio de investimento no Brasil, da ordem de R$ 3 bilhões, para  fabricação de um novo e inédito modelo em Porto Real (RJ), onde são fabricados os modelos Citroën C3, Aircross e o SUV com ares e cupê Basalt, que está prestes a ser lançado. 

VEJA TAMBÉM:

Essa pista da Stellantis logo se encaixou no Jeep Avenger,um SUV compacto fabricado sobre a plataforma CMP, a mesma dos modelos da PSA. Como se trata se um modelo híbrido, poderá ser vendido no mercado brasileiro com o mesmo conjunto usado em outros modelos, ou seja, o 1.0 turboflex, que futuramente tem como receber o sistema micro-híbrido, batizado como Bio-Hybrid pela fabricante no Brasil. 

Tudo isso faz sentido, mas e agora que está confirmado que o Renegade vai ter uma nova geração, como ficam os planos do Avenger no Brasil? É claro que o Renegade é um modelo de bastante sucesso no mercado brasileiro desde o lançamento, em 2016. Mas a nova geração será bem diferente da atual, levando apenas o nome.

Avenger é o mais bem cotado para Porto Real (RJ)

Jeep Avenger 2023
Jeep Avenger fabricado sobre a mesma plataforma usada pela PSA, deve ser híbrido flex no Brasil
Imagem: Divulgação

Além disso, o fato de que vai nascer 100% elétrico implica em uma série de questões técnicas que o impedem de ser um híbrido flex, tipo de carro que foi sacramentado por praticamente todas as fabricantes no Brasil, onde a falta de infraestrutura, além de questões econômicas e conjunturais acabam dificultando a boa aceitação desse tipo de carro em todo território nacional. 

Então, para ser um SUV de grande volume e que justifique um investimento bilionário, a aposta mais sensata recai sobre um modelo híbrido flex, que se encaixa nas metas e parâmetros que constam no novo regime automotivo Mover, que acaba de ser aprovado na Câmara e que logo vai ser sancionado pelo Presidente da República. 

Mas isso não impede que a Jeep traga o novo Renegade elétrico como um importado, de baixo volume, para aqueles que quiseram ter um SUV diferente e com renome.  Nos Estados Unidos, o modelo vai custar menos de US$ 25 mil, o que equivale a cerca de R$ 135 mil numa conversão simples, sem a inclusão de impostos e taxas. 

Por enquanto, o que se sabe do novo Renegade elétrico é que o lançamento global vai acontecer apenas em 2027 e que suas linhas deverão seguir a mesma linguagem de design adotado no Jeep Recon, de estilo retrô e com toques de modernidade. 

Siga o AUTOO nas redes: WhatsApp | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

Carlos Guimarães

Jornalista há mais de 20 anos, já acelerou várias novidades, mas não dispensa seu clássico no final de semana

Recomendados por AUTOO

Youtube
Fiat Strada: qual o segredo de sucesso da picape?

Fiat Strada: qual o segredo de sucesso da picape?

5 pontos que explicam por que o veículo vende tanto até hoje
Aviação
Embraer revela seu primeiro táxi-voador!

Embraer revela seu primeiro táxi-voador!

Veículo elétrico ainda não leva pessoas e será testado em voo ainda em 2024
MOTOO
Royal Enfield Guerrilla 450: todos os detalhes e 50 fotos

Royal Enfield Guerrilla 450: todos os detalhes e 50 fotos

Conheça preço, ficha técnica, desempenho, motor cores e versões da moto confirmada para o Brasil