Novo SUV médio da VW estreará no Brasil entre o fim de 2020 e começo de 2021

Modelo oriundo do projeto Tarek ficará posicionado entre o T-Cross e o Tiguan Allspace
Acima o VW Tharu revelado na China. Por aqui poderá ser vendido como Tarek

Acima o VW Tharu revelado na China. Por aqui poderá ser vendido como Tarek | Imagem: Divulgação

É inegável que muitas marcas tentam seguir os passos e repetir a excelente aceitação que o Jeep Compass alcançou aqui no Brasil. Ao oferecer cabine e porta-malas maiores em relação aos SUVs compactos, tudo indica que modelos como o Compass e os demais SUVs médios contam com a fórmula correta que uma boa parcela dos brasileiros esperam encontrar em seus próximos utilitários esportivos.

A Chevrolet, conforme noticiamos, deverá trazer para sua gama no Mercosul um SUV de porte semelhante ao Compass. O futuro modelo é cotado para ser produzido na Argentina, país que também será responsável por abastecer os mercados da América do Sul com outro produto muito aguardado. Estamos falando do SUV médio derivado do projeto Tarek, que a Volkswagen fabricará em Pacheco.

Durante o evento que a VW realizou para celebrar o marco de 1,5 milhão de unidades produzidas na planta em questão, o Argentina Autoblog conseguiu apurar algumas informações relevantes sobre o que podemos esperar do rival que a VW prepara para o Jeep Compass.

Como a unidade de Pacheco passa por um amplo processo de modernização para receber a plataforma MQB-A, que servirá de base para o projeto Tarek, o início da produção do SUV ficará para o fim de 2020, relata o site argentino. Logo, podemos esperar que o lançamento do modelo deverá ocorrer por aqui entre o último trimestre de 2020 e o começo de 2021.

Posicionado entre o T-Cross e o Tiguan Allspace em termos de preço e tamanho, ainda não é certo que o futuro SUV mantenha o nome do projeto pelo qual é designado hoje em dia, informam executivos da VW.

Segundo rumores, a novidade deverá ser oferecida apenas com o motor 1.4 TSI de 150 cv e câmbio automático de 6 marchas, tendo em seu catálogo de duas a três versões. Considerando os preços de um T-Cross Highline e um Tiguan Allspace de entrada, podemos esperar que o SUV médio argentino da VW gravite na faixa de R$ 115.000 a R$ 140.000. Atualmente, levando em consideração apenas suas versões 2.0 flex, o Jeep Compass tem preço sugerido de R$ 116.990 (Sport) até R$ 149.990 (Limited 2.0 flex).

Olhando sob uma perspectiva um pouco mais ampla, também são grandes as chances da fábrica de Pacheco produzir a picape compacta-média Tarok. Revelada em 2018 no Salão de São Paulo, ela tem porte e proposta semelhantes aos da Fiat Toro e vai compartilhar a arquitetura MQB-A com o derivado do projeto Tarek.

Vale a pena lembrar que atualmente a Volkswagen Amarok é produzida em Pacheco, mas a próxima geração da picape média, a qual está sendo desenvolvida em conjunto com a Ford, deverá ser fabricada pela marca norte-americana em sua planta vizinha à da Volkswagen na Argentina. Logo, é natural que a VW contemple novos produtos para o curto prazo em Pacheco. A atual geração da Amarok deverá permanecer em linha por cerca de dois a três anos.  

Flagra do VW Tarek em testes no Brasil
Flagra do VW Tarek em testes no Brasil
Imagem: Falando de Carro

Assine a newsletter semanal do AUTOO!