Peugeot ainda quer voltar aos EUA até 2023

Mesmo após de fusão com a Fiat-Chrysler, marca francesa não quer mais ficar de fora de um dos maiores mercados globais
Peugeot 508 2018

Peugeot 508 2018 | Imagem: Divulgação

No meio de julho, os grupos Peugeot-Citroën e Fiat-Chrysler vieram a público para anunciar que o conglomerado formado pelas duas empresas se chamará Stellantis. Com isso, a porção francesa da equação resolveria uma questão de longa data para suas marcas: a ausência no mercado norte-americano há décadas.

Com a Fiat-Chrysler controlando marcas como Jeep, Dodge e RAM nos EUA, o grupo estaria bem coberto em um dos maiores mercados compradores de automóveis no mundo. Mas, aparentemente, a Peugeot especificamente não quer parar por aí. Desde 2016, a marca francesa tinha planos de voltar aos EUA, e a fusão com o grupo ítalo-americano não vai alterar os rumos.

De acordo com o jornal norte-americano The Detroit Bureau, a Peugeot deve antecipar seu retorno aos EUA para 2023, e não mais em 2026 como era pensado anteriormente. Agora, podendo contar com a estrutura já construída pela Fiat-Chrysler, seu trabalho de retorno pode até ser facilitado no futuro.

Em entrevista à publicação, o presidente da PSA para a América do Norte, Larry Dominique, afirmou que “estamos determinados a voltar com nossos carros aos EUA, com a PSA usando um sistema de franquia de concessionários e tendo grande foco na comercialização online de produtos”. Segundo o executivo, o público norte-americano anda descontente com o formato atual de compra de veículos e por isso a fabricante francesa estaria de olho também nas vendas pela internet. Segundo Dominique, “é um formato mais simples e eficiente”.

Peugeot 508 2018
Peugeot 508 2018
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!