Polo Sedan dos russos não é nem sedã, nem VW

Modelo apresentado para aquele mercado europeu usa plataforma da Skoda e tem tampão traseiro que se abre como hatch
Volkswagen Polo Sedan comercializado na Rússia

Volkswagen Polo Sedan comercializado na Rússia | Imagem: Divulgação

Poucos dias após lançar um teaser, a Volkswagen apresentou por completo o novo Polo Sedan para o mercado russo. Ele deverá ocupar um segmento similar ao do VW Virtus no Brasil, mas utilizando a plataforma PQ-25 da marca, não a MQB, mais moderna. No entanto, o que mais chama atenção é que esse Polo Sedan não é nem um sedã, nem um Volkswagen propriamente dito.

O modelo será oferecido com carroceria liftback, onde, apesar da silhueta lembrar um sedã, a abertura do tampão do porta-malas se dá como em um hatchback, junto com o vidro. Assim, o Polo Sedan é efetivamente um modelo cinco portas, contando inclusive com um limpador traseiro, peça incomum nos sedãs.

Além disso, o Polo Sedan russo não tem exatamente uma plataforma VW, pois ele é uma versão levemente alterada do Skoda Rapid. É por conta disso que ele adotará essa inusitada solução para a traseira. A Skoda também faz parte do Grupo VW. Vale lembrar que, na Europa, carros liftback são até comuns, sendo que modelos como o Chevrolet Vectra (lá vendido como Opel) e Ford Mondeo chegaram a oferecer tal solução.

Serão quatro opções de versões: Origin, Respect, Status e Exclusive. Em termos de motorização, estão disponíveis o 1.6 MSI 16V aspirado, oferecendo 90 cv ou 110 cv, e o 1.4 TSI turbinado de 125 cv. Nas versões básicas, o câmbio é sempre manual de cinco marchas, enquanto as intermediárias já ganham a opção pela transmissão automática de seis velocidades. O câmbio DSG automatizado de dupla embreagem com sete marchas é equipado sempre em conjunto com o motor mais potente.

Detalhe do porta-malas do Polo Sedan russo
Detalhe do porta-malas do Polo Sedan russo
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!