Por R$180 mil, qual é melhor? Jeep Renegade Série S T270 4x4 ou Compass Sport T270 0km?

Ambos os modelos estão equipados com motor turbo flex 1.3 de 185/180 cv de potência e torque de 27,5 kgfm
Jeep Renegade topo de linha ou o Compss básico podem ser encontrados por quase o mesmo preço

Jeep Renegade topo de linha ou o Compss básico podem ser encontrados por quase o mesmo preço | Imagem: Divulgação

Finalmente chegou a hora de você realizar o sonho de ter um SUV novo da Jeep e com orçamento base de R$180.990, há dois modelos que podem te atender. Um deles é o Renegade na versão intermediária Série S T270 4x4 ou Compass na opção de entrada Sport T270 0km.

VEJA TAMBÉM:

Seja qual for a decisão por um dos modelos, saiba que você estará levando três anos de garantia de fábrica ou, se preferir, contratar um pacote adicional que vai de 12 meses até cinco anos da cobertura do benefício, com duas opções de planos: amplo e motor e câmbio. 

Outro detalhe em comum é o motor. Sobrealimentado, o 1.3 16V turbo surgiu em 2021 na linha Compass e em 2022 na Renegade. Trata-se de um quatro em linha de 1.332 cm3 alimentado por injeção direta de combustível e, claro, turbocompressor que possibilita um rendimento de até 185 cv de potência no etanol e 180 cv na gasolina e 27,5 kgfm de torque nos dois combustíveis. Já o câmbio da versão mais simples Sport do Compass é automático de seis marchas, enquanto que na intermediária Série S do Renegade é automático de nove velocidades. 

Jeep Renegade 2023 lançado no México
Jeep Renegade S vem com rodas de aro 18 entre os itens de série, bem como conjunto ótico de LED
Imagem: Divulgação

A diferença vai para o peso bruto de cada um (1.570 kg do Renegade e 1.504 do Compass) que acaba impactando no consumo de combustível, outro ponto que certamente vai influenciar na hora de se decidir. Segundo o Inmetro, o Compass faz 7,1 km/l na cidade e 8,8 km/l na estrada rodando com etanol enquanto que na gasolina consome 10,4 km/l no ciclo urbano e 12,1 km/l no rodoviário. O Renegade, por sua vez, por ser mais pesado por conta da tração 4x4 e dos itens a mais, leva uma ligeira desvantagem com 6,2 km/l no perímetro urbano e 7,5 km/l rodoviário quando abastecido com etanol e 9 km/l e 10,7 km/l nessa mesma ordem, com gasolina.

Ainda que pareça óbvio, além do gosto pessoal, é preciso ver qual deles te atende do ponto de vista do espaço interno. O Compass, por exemplo, acomoda melhor cinco passageiros, ainda que ele compartilhe a mesma base do Renegade, no caso a plataforma Small Wide. São 2,63 m de entre-eixos contra 2,57 m do irmão menor e isso, na prática, é sentido principalmente para quem viaja atrás. Por falar em viagem, o porta-malas do Compass comporta 90 litros (410 litros contra 320 litros) a mais. Afinal são apenas 4,26 m de comprimento do Renegade contra 4,40m do Jeep maior. Já na largura, ambos têm quase a mesma medida: 1,81m do Compass e 1,80m do Renegade. Na altura, a vantagem vai para o Renegade que conta com 1,70 m, ante os 1,63 do Compass.

Além desses aspectos, outro ponto a ser avaliado é que na versão Série S T270 do Renegade a tração é do tipo 4x4 inteligente, ou seja, ela aciona ou desativa o modo integral conforme a necessidade e tipo de piso. No entanto, o motorista tem a opção por meio de botões selecionar até oito modos para cada tipo de terreno.


Apesar de oferecer menos espaço interno, Renegade entrega mais na versão Série S T270 4x4

Jeep Compass 2022
Jeep Compass Sport é a versão mais em conta do SUV médio que tem mais espaço interno que o compacto Renegade
Imagem: Divulgação

Para poder comparar os dois modelos, o Renegade Série S T270 4x4 sem opcionais custa R$ 180.990 e o Compass Sport T270 sai por R$ 178.590, uma diferença pequena que pode igualar ou até ultrapassar, pois tudo vai depender dos opcionais e da pintura. Por exemplo, só a pintura perolizada branca polar tem um acréscimo de mais de R$2 mil para cada Jeep.

Falando em segurança, ambos os candidatos trazem uma lista repleta de itens que vão desde airbags (sendo seis airbags para o Renegade e sete para o Compass), Faróis Full LED com assinatura em led, lanternas em led, controles de estabilidade, anticapotamento e de tração, sistema de monitoramento de pneus, limitador de velocidade, assistente de partida em rampas e por aí vai, mas frenagem autônoma de emergência, reconhecimento de placas de trânsito e detector de fadiga ao volante, por exemplo, são exclusividade da Série S do Renegade. No Compass, estes itens estão presentes nas versões mais caras.

Partindo para o pacote de acessórios voltados para o conforto e conveniência, desde a citada opção de entrada do Compass reverte e pontua com: banco do motorista com regulagem elétrica e seis ajustes, aletas para trocas de marcha no volante, Painel de instrumentos Full Digital e HD de 10,25" e muito mais.

Em todo o caso, ambos os SUVs são privilegiados com os itens cada vez mais pedidos pela clientela como carregador de celular por indução (evita o uso de cabos de alimentação), Apple Carplay e Android Auto com espelhamento sem fio, câmera de estacionamento traseira, retrovisor interno eletrocrômico, direção elétrica, piloto automático e sistema Start&Stop que liga e desliga o motor em paradas de semáforo, diminuindo o consumo de combustível e reduzindo a emissão de poluentes no ar.

Siga o AUTOO nas redes: Instagram | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

Jeep Renegade topo de linha ou o Compss básico podem ser encontrados por quase o mesmo preço

Jeep Renegade topo de linha ou o Compss básico podem ser encontrados por quase o mesmo preço

Jeep Renegade 2023 lançado no México

Jeep Renegade 2023 lançado no México

Fernando Garcia

Especialista em análises do mercado de veículos usados, Fernando Garcia tem passagens por revistas automobilísticas e no AUTOO traz vários artigos especiais com curiosidades, serviços e dicas.

Recomendados por AUTOO

Youtube
Fiat Strada: qual o segredo de sucesso da picape?

Fiat Strada: qual o segredo de sucesso da picape?

5 pontos que explicam por que o veículo vende tanto até hoje
Aviação
Embraer revela seu primeiro táxi-voador!

Embraer revela seu primeiro táxi-voador!

Veículo elétrico ainda não leva pessoas e será testado em voo ainda em 2024
MOTOO
Royal Enfield Guerrilla 450: todos os detalhes e 50 fotos

Royal Enfield Guerrilla 450: todos os detalhes e 50 fotos

Conheça preço, ficha técnica, desempenho, motor cores e versões da moto confirmada para o Brasil