'Porsche chinês', elétrico Ora GT será apresentado no Brasil

Hatch compacto do grupo GWM estará presente no Festival Interlagos, que ocorre entre os dias 21 e 23, e promete ser mais um modelo 100% elétrico acessível
Ora GT 2023

Ora GT 2023 | Imagem: Divulgação

Marcado para os dias 21 a 23 de julho, o Festival Interlagos vai tomando o espaço que já foi do Salão do Automóvel. Desenhado como um evento de experiência, o festival será palco de alguns lançamentos e revelações como a nova versão RS da picape Montana.

Outras marcas também prometem novidades como a Toyota, Audi e GWM, a fabricante chinesa que está fincando seus pés no Brasil.

VEJA TAMBÉM:

E é justamente a GWM que revelará um modelo bastante curioso e que será vendido no Brasil, o Ora GT.

Ora GT 2023
Ora GT 2023
Imagem: Divulgação

Trata-se de mais uma submarca do grupo, que tem uma estrutura que lembra a General Motors, com várias linhas de produtos. Depois dos SUVs da Haval e da futura picape Poer, a empresa colocará no mercado brasileiro a Ora, focada em elétricos urbanos.

O GT, também conhecido como Funky Cat no exterior, é um hatch compacto que um estilo ‘confundível’. Sim, você já notou à essa altura que o carro lembra um Porsche miniatura, sinal que os chineses ainda não perderam a mania de se apropriar da identidade alheia.

Mirando no BYD Dolphin

A despeito disso, o Ora GT é outro elétrico a bateria que promete preço em conta no Brasil. Depois do impacto positivo do BYD Dolphin, o rival quer brigar na mesma faixa de preço, ou seja, por volta dos R$ 150 mil.

Ora GT 2023
Ora GT 2023
Imagem: Divulgação

O porte, assim como o Dolphin, é maior que modelos subcompactos como o Renault Kwid E-Tech, CAOA Chery iCar e JAC E-JS1. Ele é na realidade um pouco menor que o BYD, com porta-malas de 228 litros (contra 345 do Dolphin), comprimento de 4,24 m e entreeixos de 2,65 m (5 cm a menos que o BYD.

O Ora GT ganha, no entanto, na largura, mas não está claro se as caixas de rodas largam não acabam roubando espaço interno.

Ora GT 2023
Faróis do Ora GT: sem vergonha de copiar a Porsche
Imagem: Divulgação

No exterior, a autonomia é de 193 milhas, ou 310 km, com velocidade máxima de 160 km/h e 0 a 100 km/h feito em 8,3 segundos. O motor elétrico, alimentado por baterias de íon de lítio, gera 171 cv de potência e 250 Nm de torque – a tração é dianteira.

Siga o AUTOO nas redes: Instagram | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

O interior do carro é bastante lúdico, como esperado, com um estilo retô, várias cores e um painel digital que integra o cluster e central multimídia.

Se vai fazer sucesso não dá para saber ainda, mas certamente a chegada de veículos 100% elétricos com maior porte e preço competitivo pode antecipar o fim da carreira de alguns modelos a bateria pioneiros.

Recomendados por AUTOO

Youtube
Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

SUVs coadjuvantes em vendas podem ser opção para os best-sellers Creta e T-Cross
Aviação
Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Companhia aérea anunciou medidas para sair da crise financeira
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções