Renault Duster vai correr o Rally Dakar

Modelo preparado para competição tem motor V6 de 306 cv e suspensão reforçada

Renault Duster de rali | Imagem: Renault

Se até um Smart Fortwo vai correr o Rally Dakar porque um Renault Duster deveria ficar de fora? O jipinho da marca francesa está confirmado no maior rali do mundo, que começa no próximo dia 5 de janeiro e segue levantando poeira até o dia 15. A competição, que na próxima edição percorrerá mais de 8.000 km, vai começar em Lima, no Peru, cruza a Argentina e, por fim, termina em Santiago, no Chile.

O modelo foi preparado pela Renault Argentina e a condução no rali será função do piloto Emiliano Spatano e o navegador Benjamin Losada, ambos argentinos.

Para suportar o “tranco” do Dakar, o Duster foi totalmente reforçado. A suspensão possui braços oscilantes bem maiores que os do modelo original e os ângulos de entrada e rampa foram significativamente ampliados para o carro pode circular com maior desenvoltura por entre dunas, buracos e trechos íngremes. O carro ainda possui uma estrutura tubular no interior que reforça o chassi contra torções e protege os ocupantes.

E para não fazer feio no rali o Duster preparado pelos argentinos ganhou um motor 3.0 V6 a gasolina de 306 cv e 45 kgfm de torque máximo acoplado ao cambio sequencial de 6 marchas. O objetivo da equipe, porém, não é vencer o rali, mas ao menos terminá-lo, seja com o carro inteiro ou não. Será que ele aguenta?

Assine a newsletter semanal do AUTOO!