Renault Kangoo Stepway é apresentado na Argentina

Versão de passageiros baseada no Dacia Dokker ganhou visual aventureiro e é candidata a chegar ao Brasil
Renault Kangoo 2019

Renault Kangoo 2019 | Imagem: Divulgação

A “dacialização” do portfólio de veículos da Renault continua. Como o Autoo mostrou há cerca de um mês, a filial argentina da marca apresentou o novo Kangoo Express, versão utilitária da multivan. Ela substitui a decana geração que era produzida desde a década de 90 com pequenas modificações. A grande novidade é que a Renault foi buscar no Dacia Dokker a solução para continuar atuando no segmento.

Para quem não sabe, o Dokker é mais um membro da numerosa família Logan, construída pela marca romena Dacia sobre a plataforma A0 e criada para atender originalmente a um público carente de veículos novos no Leste Europeu. O projeto acabou se encaixando bem em mercados emergentes e até mais ricos e hoje tornou-se a base que mantém a Renault viva no exterior.

Ou seja, bastou à montadora reestilizar o Dokker para lembrar um carro da Renault. Espaçoso e leve, o modelo deve cair como uma luva na função utilitária, porém, os franceses têm planos mais ambiciosos para ele que se materializaram na última semana na forma do Kangoo Stepway.

Versão aventureira e também para passageiros da multivan, o novo Kangoo foi apresentado para a imprensa argentina. Apesar do estilo mais encorpado, o Stepway está mais para um “Doblò Adventure” que para um concorrente de um Honda WR-V, por exemplo.

Há portas corrediças em ambos os lados da carroceria e três versões disponíveis, Life, Zen e Stepway. O motor é 1.6 SCe a gasolina, mas os argentinos também conta com uma versão diesel 1.5 litro (apenas o aventureiro).

O painel de instrumentos, como mostramos anteriormente, remete não ao Logan mas ao Duster, ou seja, tem as características mais datadas do SUV como o console central menos inspirado. Em compensação, o volante multifuncional é mais ergonômico e com funções satélites. Todas as versões têm ESP de série enquanto o Stepway traz rodas aro 16 e luzes de neblina.

Cara de Brasil

Embora a Renault tenha negado ao Autoo que vá importar o novo Kangoo é um tanto quanto natural que o modelo acabe chegando ao mercado brasileiro. A razão é que pelo menos a versão utilitária pode ter um bom potencial de vendas aproveitando a ótima aceitação do Renault Master, van mais vendida do segmento. Em outras palavras, a Renault tem uma clientela numerosa em utilitários e o Kangoo poderia ser um complemento a ela.

Já o Kangoo de passageiros é outra história. Ele precisaria disputar um público com o Sandero e Duster mas com uma proposta (multivan) cuja aceitação é apenas razoável por aqui. Ainda assim é uma lacuna capaz de complementar a produção do modelo na Argentina. Nossa aposta? Eles vêm sim para cá, restar esperar quando.

 
 
Renault Kangoo 2019
 
Renault Kangoo 2019
Renault Kangoo 2019
Renault Kangoo 2019
 
Renault Kangoo 2019
Renault Kangoo 2019
Renault Kangoo 2019
 
Renault Kangoo 2019
Renault Kangoo 2019
Renault Kangoo 2019
 
Renault Kangoo 2019
Renault Kangoo 2019
 
 
Assine a newsletter semanal do AUTOO!