Sem encarecer, Renault Kwid 2023 estreia mais econômico e equipado

Modelo com visual renovado e melhorias na parte interna
Renault Kwid 2023

Renault Kwid 2023 | Imagem: Divulgação

A Renault lança nesta quinta-feira (20) o aguardado facelift para o Kwid, que estreia a linha 2023 do atual modelo de entrada da marca. 

Como já salta aos olhos ao observar as fotos do modelo, o Kwid 2023 recebeu uma profunda reforma visual na parte dianteira, contemplando novo para-choque, grade frontal revista e um novo conjunto óptico bipartido, com iluminação diurna por LED em todas as versões na parte superior e faróis com dupla parábola na porção inferior. 

Na parte traseira, a renovação fica por conta de um para-choque inédito e a inclusão da iluminação em LED também para as lanternas (a partir da versão intermediária), recurso que favorece a durabilidade do conjunto. 

Ainda sobre a parte estética, o Kwid pode agora receber teto com pintura contrastante a partir da versão Intense, em um pacote que agrega também as novas rodas de liga leve. O catálogo topo de linha dentro da gama segue a versão Outsider, já com teto preto e as rodas de liga leve aro 14” de série. 

Ponto que sempre diferenciou o Kwid dos demais compactos de entrada, o modelo preserva na linha 2023 a altura em relação ao solo de 185 mm e os ângulos de ataque (24,1º) e saída (41,7º) ficaram ainda melhores com o pacote de renovação estética. Os ângulos em questão favorecem, por exemplo, o acesso em rampas de maneira mais tranquila. 

Renault Kwid 2023
Renault Kwid 2023
Imagem: Divulgação

Internamente, duas novidades merecem destaque. A primeira delas é a inclusão no Kwid 2023 de uma nova central multimídia agora com tela de 8”. O aparelho é um item de série a partir do catálogo intermediário Intense e conta com suporte aos sistemas Apple CarPlay e Android Auto. 

Além do ganho em conectividade, o Kwid 2023 passa a contar com painel de instrumentos somente com mostradores em LED, eliminando os tradicionais ponteiros analógicos. Ainda segundo a Renault, “todo o painel central tem novo acabamento, com detalhes cromados e na cor preta brilhante ou Cinza Cassiopée, dependendo da versão, nos aeradores das saídas de ar, na moldura do novo sistema multimídia Media Evolution, nas portas e na manopla do câmbio. A versão Outsider ganha ainda acabamento exclusivo na cor Verde Citron nas costuras dos bancos e da coifa do câmbio”. 

Vale ressaltar que, além dos 4 airbags de série, o Kwid 2023 chega ao mercado também com os controles de tração e estabilidade em todos os catálogos. 

Partindo para a mecânica, um avanço importante que estreia no Kwid 2023 foram os avanços da Renault para adaptar o propulsor 1.0 SCe à nova regra L7 do Proconve.

O motor presente no Kwid 2023 passa a contar com um sensor de fase do comando de válvulas, nova central eletrônica e calibração do conjunto aprimorada. Outro ponto importante é que a Renault trouxe ao Kwid 2023 o start-stop, recurso que colabora para uma redução em torno de 5% no consumo urbano.  

O Kwid 2023 recebeu ainda o sistema de monitoramento da pressão dos pneus (TPMS), que emite alertas por meio de um sinal luminoso no painel, bem como pneus “verdes”, que têm 20% a menos de resistência de rolagem, contribuindo para a redução do consumo de combustível e da emissão de CO2. 

Renault Kwid 2023
Renault Kwid 2023
Imagem: Divulgação

De acordo com os dados oficiais, o Kwid 2023 será capaz de entregar parciais de até 15,3 km/l na cidade e 15,7 km/l na estrada quando abastecido com gasolina. Utilizando etanol, as parciais ficam em 10,8 e 11 km/l, respectivamente. 

A transmissão segue a manual 5 marchas e o conjunto mecânico é capaz de acelerar o Kwid 2023 de 0 a 100 km/l em 13,2 segundos com etanol. 

Importante destacar que as melhorias para adaptar o Kwid 2023 às novas normas de emissões trouxeram um discreto aumento de potência e torque ao modelo. A partir do novo ano/modelo, o Kwid passa a contar com até 71 cv e 10 kgfm de torque quando seu motor recebe etanol. Abastecido com gasolina, os números são de 68 cv e 9,4 kgfm. 

O Kwid 2023 já pode ser encontrado na rede de concessionárias da marca e será comercializado nas cores Vermelho Fogo, Branco Glacier, Prata Étoile, Preto Nacré e a nova cor Azul Iron nas versões Intense (com ou sem teto contrastante) e Outsider. 

A Renault reforçou que, ainda neste ano, vai lançar no Brasil o Kwid E-Tech, opção 100% elétrica do modelo. Sem entrar em detalhes sobre a novidade, a fabricante acrescenta que o Kwid E-Tech “terá um motor elétrico específico desenvolvido para as condições brasileiras”. 

Segundo rumores, talvez o Kwid E-Tech poderá se tornar o carro elétrico mais acessível do Brasil. A conferir quando o modelo chegar efetivamente ao país. 

Voltando ao compacto com motorização flex, a Renault informa que descontinuou a opção de entrada Life para o Kwid, uma vez que ela representava menos de 1% das vendas. O valor da opção Zen, por sua vez, foi preservado em relação ao praticado até a linha anterior. 

Confira, abaixo, um resumo das versões e preços da nova gama Renault Kwid 2023: 

Kwid Zen 2023: R$ 59.890

Principais itens de série: 4 airbags, controles de tração e estabilidade, start-stop, luzes de circulação diurna (DRL) em LED, indicador de temperatura externa, computador de bordo, direção elétrica, ar-condicionado, rádio com Bluetooth, USB, entrada auxiliar e dois alto-falantes, travas e vidros elétricos.  

Kwid Intense 2023: R$ 64.190 

Principais itens de série: versão Zen + maçanetas externas na cor da carroceria, retrovisores em preto brilhante, calotas Flex Wheel 14" Bíton, trio elétrico, chave tipo canivete, câmera de ré, central multimídia e lanternas com assinatura em LED. Opcional: pintura do teto contrastante e rodas de liga leve diamantadas aro 14, o que eleva o preço final do modelo para R$ 66.690

Kwid Outsider 2023: R$ 67.690 

Principais itens de série: versão Intense + barras de teto, molduras de proteção lateral, skis frontais e traseiros, bancos exclusivos com detalhes na cor verde Citron, rodas de liga leve diamantadas 14 bíton. 

Renault Kwid 2023
Renault Kwid 2023
Imagem: Divulgação