Há quem ainda aposte que os sedans terão uma participação ainda relevante no mercado ao longo dos próximos anos, mas em especial entre as marcas norte-americanas notamos uma forte tendência de abandonar de vez o segmento de carros de passeio e focar apenas em SUVs e picapes.

Por mais que seja um modelo com boa representação no Brasil, onde destaca-se em termos de venda entre os sedans premium, o Ford Fusion (chamado de Mondeo na Europa) sofrerá uma profunda alteração de estilo e proposta em sua próxima geração.

Como já explicamos aqui no Autoo, a Ford basicamente vai se espelhar no sucesso que o Subaru Outback conquista nos EUA, para basear a próxima geração do Fusion/Mondeo.

A revista inglesa Autocar nos trouxe nesta semana uma prévia do que podemos esperar para o futuro do Fusion/Mondeo, modelos que só vão manter o nome em relação ao sedan médio-grande atual.

A ideia, em especial para a Europa, é que esse futuro crossover seja tão versátil que ele será capaz de entrar no lugar de três modelos da gama Ford no Velho Continente, no caso o próprio Mondeo, além das minivans S-Max e Galaxy.

Nos moldes de uma station wagon elevada, como a projeção da Autocar sugere (confira na imagem abaixo), o Fusion/Mondeo para a próxima década terá a ideia de preservar o bom espaço interno e a praticidade de um carro familiar, tudo isso combinado com a maior altura em relação ao solo de um SUV. A ideia é que esse crossover inédito, contudo, não seja tão robusto quanto um utilitário esportivo propriamente dito e tenha foco na eficiência, buscando a maior economia de combustível e menor emissão de poluentes possível.

Não por acaso são esperados conjuntos propulsores híbridos ou híbridos-leves para o sucessor do Fusion/Mondeo, com destaque para o sistema já revelado para o Fiesta e o Fusion na Europa.

Assim como ocorreu no Brasil, onde as minivans foram varridas do mercado pelos SUVs, a Ford também sentiu o mesmo efeito em sua gama europeia. Atualmente as vendas da S-Max e da Galaxy sofreram reduções drásticas, enquanto a marca já definiu que vai retirar do mercado local a C-Max e a Grand C-Max. A minivan compacta B-Max já será substituída pelo Puma, novo SUV da Ford para a região posicionado entre o EcoSport e o Kuga.

Acima projeção da revista inglesa Autocar sobre o que podemos esperar para a nova geração do Ford Fusion/Mondeo
Acima projeção da revista inglesa Autocar sobre o que podemos esperar para a nova geração do Ford Fusion/Mondeo
Imagem: Autocar

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/