Segredo: antecipamos o Fiat Argo sedã

Modelo será o substituto para o Linea e chega para enfrentar o Honda City
Projeção do sedã derivado do Fiat Argo, até o momento conhecido como projeto X6S (crédito: Jonathan Machado da Carwp)

Projeção do sedã derivado do Fiat Argo, até o momento conhecido como projeto X6S (crédito: Jonathan Machado da Carwp) | Imagem: Jonathan Machado/Carwp

A Fiat nunca foi uma grande referência entre os carros de porte médio. Se na década de 1990 o Tipo até que conquistou um relativo sucesso na época do lançamento, o mesmo pode ser dito do Stilo alguns anos depois. Já entre os sedãs de médio porte a situação não parece muito melhor. O Tempra até que foi uma tentativa bem-sucedida da marca de emplacar um modelo em uma época sem muitos concorrentes, mas a partir do Linea a Fiat carece de um modelo mais competitivo nesse segmento.

A montadora italiana, contudo, não desiste e prepara mais uma importante investida no segmento, um dos mais importantes do país em termos de venda e que justifica um olhar com mais carinho por parte da Fiat. E é com um sedã derivado do Argo, até o momento conhecido pela sigla X6S, que a Fiat quer ganhar algum espaço entre os sedãs mais caros.

A estratégia da Fiat, contudo, parece que deverá ser muito mais encostar em modelos como o Honda City, por exemplo, do que aproximar-se dos sedãs médios propriamente ditos, liderados em vendas pelo Toyota Corolla. Tradição é uma palavra muito importante entre os sedãs médios e, pelo visto, lutar com as marcas japonesas nessa fatia do mercado parece difícil. Em um patamar abaixo, contudo, a Fiat pode ver uma chance para emplacar com sucesso seu modelo. Vale destacar que atualmente só o Honda City figura nesse “sanduíche” entre os sedãs de entrada (Chevrolet Prisma, Hyundai HB20S, etc.) e os médios.

Como antecipamos na projeção realizada pelo artista gráfico Jonathan Machado, da Carwp, o visual bem trabalhado deverá ser um dos argumentos de venda do Argo sedã (o nome ainda não foi adiantado pela Fiat). Assim como o hatch, o futuro três volumes da Fiat deverá ter em suas versões mais caras a opção 1.8 16V com câmbio automático de 6 marchas, conjunto que deverá conferir mais competitividade ao modelo dentro da categoria. Atualmente o câmbio automático é um item cada vez mais desejado pelo brasileiros em qualquer faixa de mercado.

O propulsor Firefly 1.3 também deverá estar presente no catálogo de opões do futuro X6S, que poderá trabalhar com as transmissões manual ou automatizada GSR presente no Uno e no Mobi. Considerando o porte do modelo, é bem possível que a Fiat não coloque o motor 1.0 (presente no hatch) como uma das opções para o inédito sedã.

Além do visual, o Argo sedã promete ser generoso no espaço interno e podemos apostar sem erro em um porta-malas na casa dos 500 litros de capacidade, um número mágico dentro da categoria. O principal concorrente da novidade será o Volkswagen Virtus, que terá proposta e preços semelhantes. Com certeza teremos aqui uma disputa muito interessante!

Considerando que o Fiat Argo será lançado ainda neste mês, com a chegada às lojas a partir de junho, o sedã derivado do mesmo projeto ficará para o segundo semestre, provavelmente em outubro ou até um pouco antes.

Com dois modelos arrojados e que prometem investir também em um bom pacote de tecnologia e conectividade, a Fiat prepara uma ofensiva para manter-se competitiva dentro do mercado nacional cada vez mais disputado. Nós, consumidores, agradecemos!

Assine a newsletter semanal do AUTOO!