O sucesso de vendas do F-Pace no mundo parecia já ter sido previsto pela Jaguar. O primeiro SUV da marca inglesa é hoje seu veículo mais vendido no mundo, um fenômeno que ocorreu com outras montadoras que resolveram entrar na seara dos jipões.

Por isso não demorou para que o F-Pace ganhasse um irmão menor, o E-Pace. A estreia mundial ocorreu em julho e, acredite, apenas 10 meses depois disso o novo Jaguar já estará rodando no Brasil, como anunciou a marca nesta semana.

Disponível em quatro versões, o E-Pace será vendido com preço a partir de R$ 222.300. O modelo chega em abril de 2018 ao país, mas pode ser reservado desde esta quarta-feira (22).

Primo distante do Evoque

Mas, afinal, quem é o E-Pace? Pode-se dizer que um modelo mais do que esperado na Jaguar. Como se sabe, a marca hoje faz parte do grupo JLR, controlado pela indiana Tata e que desde que a assumiu soube o que queria não só com ela mas também com a Land Rover. Se no começo da estratégia, a montadora tradicional em veículos off-road teve prioridade, agora a Jaguar, marca conhecida por unir esportividade e aristocracia com a fleuma britânica passou a ser o foco.

Natural que tendo todo um imenso conhecimento em plataformas de utilitários esportivos, a JLR decidisse oferecer esse tipo de veículo também na Jaguar. Com o F-Pace, um SUV médio, foi possível testar o conceito e a resposta não poderia ser melhor: mais de 100 mil unidades vendidas desde o lançamento.

Agora chegou a hora de expandir sensivelmente a sua presença em vários mercados do mundo com o E-Pace. Aproveitando a plataforma do Land Rover Evoque e Discovery Sport, a Jaguar desenvolveu um belo SUV com ênfase na esportividade – assim como seu irmão maior.

O perfil de cupê é mais acentuado até que o do F-Pace o que não significa pouco espaço interno – ele acomoda cinco passageiros com boa margem. Na parte mecânica, não há dúvida, o E-Pace é um esportivo com pegada utilitária. São dois motores disponíveis no Brasil, um 2.0 de 249 cv e outro de 300 cv, exclusivo da versão R-Dynamic SE – em ambos a transmissão é ZF de nove velocidades.

 
 
Jaguar E-Pace 2018
 
Jaguar E-Pace 2018
Jaguar E-Pace 2018
Jaguar E-Pace 2018
 
Jaguar E-Pace 2018
Jaguar E-Pace 2018
Jaguar E-Pace 2018
 
Jaguar E-Pace 2018
Jaguar E-Pace 2018
Jaguar E-Pace 2018
 
Jaguar E-Pace 2018
Jaguar E-Pace 2018
Jaguar E-Pace 2018
 
Jaguar E-Pace 2018
Jaguar E-Pace 2018
Jaguar E-Pace 2018
 
Jaguar E-Pace 2018
Jaguar E-Pace 2018
Jaguar E-Pace 2018
 
Jaguar E-Pace 2018
Jaguar E-Pace 2018
Jaguar E-Pace 2018
 
Jaguar E-Pace 2018
Jaguar E-Pace 2018
 
 

Painel de caça de combate

O pacote tecnológico também é um ponto alto, como era de se esperar. Um dos destaques são os sistemas Active Driveline e Configurable Dynamics. Enquanto o segundo permite configurar diversos parâmetros do carro como aceleração, troca de marchas e resposta da direção o primeiro controla a tração e estabilidade conforme as características desejadas pelo motorista – lembrando que são parte de algumas versões apenas.

O E-Pace exibe também um painel de instrumentos digital configurável além de uma nova geração de visor ao nível dos olhos (Head-up Display), recurso emprestado de aviões de combate.

A Jaguar não estima quantos E-Pace poderá vender em 2018, ano em que deixará de existir uma limitação para carros importados, mas adianta a expectativa com o modelo ao revelar como seu irmão impactou nas vendas no Brasil: “a Jaguar cresceu 69% entre janeiro e outubro deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Muito desse sucesso se deve ao F-PACE, modelo que, desde seu lançamento, já é o mais vendido da marca no País, responsável por 61% do total de vendas da Jaguar”, disse Frédéric Drouin, presidente da Jaguar Land Rover na América Latina.

Já é possível imaginar o impacto do E-Pace nas vendas da marca. Confira os preços e versões do E-Pace abaixo:

E-PACE 249 cv R$ 222.300
E-PACE R-Dynamic S 249 cv R$ 246.750
E-PACE First Edition 249 cv R$ 275.900
E-PACE R-Dynamic SE 300 cv R$ 278.080

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/