SUV mais vendido em maio, Chevrolet Tracker também será produzido na Argentina

Produção do modelo na fábrica de Alvear terá início em julho
Linha de produção da GM em São Caetano do Sul (SP) onde é produzido atualmente o Chevrolet Tracker

Linha de produção da GM em São Caetano do Sul (SP) onde é produzido atualmente o Chevrolet Tracker | Imagem: Divulgação

Durante encontro com o presidente argentino, Alberto Fernandéz, na Cúpula das Américas deste ano, a GM confirmou ao mandatário do país que o Chevrolet Tracker também será produzido na fábrica de Alvear a partir de julho deste ano. 

Atualmente o utilitário esportivo compacto é fabricado em São Caetano do Sul (SP), cidade que também abriga a sede da GM na América do Sul. 

A planta de Alvear, que hoje é responsável por produzir a gama Cruze, recebeu um investimento da ordem de US$ 300 milhões para concretizar o projeto. 

Com isso, a unidade argentina terá a capacidade produtiva ampliada de 80 mil para 115 mil veículos anuais. 

Chevrolet Tracker 2022
Chevrolet Tracker 2022
Imagem: Divulgação

O prédio que abriga as prensas, carroceria e montagem final será ampliado em 50 mil metros quadrados e contará com tecnologia de produção 4.0. 

Segundo a GM detalha em seu comunicado, 80% da produção do Chevrolet Tracker na Argentina será destinada à exportação, sendo que grande parte deste volume deverá ser destinado aos mercados brasileiro e colombiano, salienta a fabricante. 

Vale ressaltar que, até a crise global de abastecimento de semicondutores e a eclosão da pandemia da Covid-19, o Chevrolet Tracker recebeu uma ótima aceitação inicial, contando também com uma interessante versão destinada ao público PcD. 

Quem sabe, com o incremento da fabricação regional, a GM não cogite retornar a oferta do SUV também para vendas diretas. A conferir futuramente.  

Acima o Complejo Automotor de Alvear, fábrica da GM localizada em Santa Fe, Argentina
Acima o Complejo Automotor de Alvear, fábrica da GM localizada em Santa Fe, Argentina
Imagem: Divulgação