Suzuki Jimny 4 portas pode estrear com motor mais potente

Opção de carroceria inédita para o modelo será revelada em 2022
Suzuki Jimny Sierra 2020

Suzuki Jimny Sierra 2020 | Imagem: Divulgação

Enquanto as primeiras informações extraoficiais do inédito Suzuki Jimny 4 portas começaram a circular pela internet no mês passado, agora é a vez da mídia especializada japonesa adiantar novos detalhes sobre a estreia bem como o que podemos esperar em termos de motorização para aquela que será a configuração mais versátil do Jimny.

De acordo com sites locais, a novidade deveria figurar como um dos destaques do Salão de Tóquio em outubro deste ano, porém, por conta da pandemia e o cancelamento do evento, a nova opção do Jimny deverá ser conhecida somente em 2022. 

Outro fato interessante é que, por conta do tamanho superior em relação ao atual Jimny Sierra, além da possibilidade de transportar mais do que duas pessoas com conforto, o futuro Jimny 4 portas deverá ganhar um reforço na motorização para não ficar devendo em desempenho.

Entre as possibilidades, é cogitado nos bastidores que a Suzuki poderia realizar aprimoramentos no atual motor 1.5 (K15B) para obter mais potência e torque. Já outros rumores sinalizam a possibilidade da marca trazer para o motor em questão algum sistema de hibridização leve, o qual poderia colaborar não só para o ganho em performance, bem como reduzir os níveis de emissões e consumo.

Uma terceira saída que está sob estudo é a Suzuki aplicar no Jimny 4 portas o mesmo motor 1.4 Boosterjet (turbo com injeção direta) hoje oferecido no Vitara e no S-Cross vendidos no Brasil. O motor em questão conta com uma variante híbrida-leve em alguns mercados, o que tornaria viável a comercialização do Jimny 4 portas em países com normas de emissões mais restritivas.

Segundo os dados que vazaram a respeito do futuro modelo da Suzuki, a previsão é que o novo Jimny 4 portas conte com 3,85 m de comprimento, 1,64 m de largura e 1,73 m de altura. O entre-eixos deverá ser de 2,55 m, enquanto a altura em relação ao solo ficaria em 210 mm e o peso total da novidade alcançaria 1.190 kg, 100 kg acima do Jimny Sierra hoje importado ao Brasil.

Considerando que no Vitara e no S-Cross o 1.4 Boosterjet entrega 146 cv e 23,5 kgfm, em um modelo pequeno como é o caso do Jimny 4 portas, certamente o propulsor em questão resultaria em respostas bem interessantes para o modelo da Suzuki.

Vale a pena acompanharmos de perto os avanços no projeto do Jimny 4 portas uma vez que ele tem muito potencial para ser importado ao Brasil. Atualmente o Jimny Sierra 2 portas é comercializado no Brasil partindo de R$ 139.990 com motor 1.5 e câmbio manual. Em sua configuração topo de linha o jipe alcança R$ 160.990 oferecendo câmbio automático de 4 marchas. O modelo conta com tração 4x4 com reduzida, estrutura de chassi e suspensão por eixo rígido tanto para as rodas dianteiras como traseiras. 

Projeção de Kleber Silva antecipando o inédito Suzuki Jimny com 4 portas
Projeção de Kleber Silva antecipando o inédito Suzuki Jimny 4 portas
Imagem: Kleber Silva