T-Roc Cabriolet: a VW pega carona na onda dos SUVs conversíveis

Depois do Range Rover Evoque, a marca alemã traz para o conceito para as marcas generalistas
Volkswagen T-Roc Cabriolet

Volkswagen T-Roc Cabriolet | Imagem: Divulgação

Justiça seja feita, a receita começou com o Nissan Murano CrossCabriolet em 2011, depois, mais recentemente, a Range Rover decidiu atualizar a ideia com o Evoque. Agora é a vez da Volkswagen apostar no conceito entre as marcas generalistas com o T-Roc Cabriolet revelado nesta semana. Segundo a marca, ele "é o primeiro crossover cabriolet da categoria e promete oferecer a combinação entre design e diversão, com a posição elevada de dirigir característica de um SUV e a experiência de dirigir um conversível".

Seguindo a tradição do Beetle e do Golf, o T-Roc Cabriolet também possui uma capota automática que abre em apenas nove segundos. E ela pode abrir e fechar mesmo quando o carro está em movimento à velocidade de até 30 km/h.

Há segurança com o sistema de proteção contra capotamento, que pode ser erguida atrás dos assentos traseiros em momento de necessidade. O sistema salta para cima na área dos encostos de cabeça traseiros em uma fração de segundo. Além disso, o T-Roc Cabriolet foi concebido com uma estrutura de para-brisas reforçada e outras modificações estruturais para garantir a segurança.

Com o sistema de informação e entretenimento que estará presente na próxima geração de veículos da VW, o Cabriolet fica permanentemente online, oferecendo serviços e funções novos. O novo sistema conta com um cartão SIM integrado, portanto um chip para pacote de dados. As informações são exibidas na tela do sistema de infoentretenimento, que mede até 8 polegadas. Quando isso é usado em combinação com o Active Info Display opcionalmente disponível, com sua tela de 11,7 polegadas, pode ser criada uma atmosfera completamente digital.

O cliente pode escolher entre as linhas de equipamentos "Style" e "R-Line". O pacote de especificação Style incorpora um foco no design e no estilo individual. O pacote de especificações da R-Line é orientado para a esportividade e incorpora o conteúdo da linha R, que são oferecidas como opções para o T-Roc. O caráter esportivo é ainda mais enfatizado por características como luzes de neblina. 

Dois motores turbo a gasolina, com potências entre 115 cv e 150 cv, respectivamente, serão oferecidos para a novidade, que conta com tração dianteira. A caixa de câmbio de seis velocidades manual vem de fábrica em conjunto com o motor de três cilindros 1.0. Para o motor 1.5 de quatro cilindros e 150 cv há uma caixa de câmbio de dupla embreagem e sete velocidades como opcional. Os dois pertencem à família TSI, portanto com turbo e injeção direta.  

Procurada pelo Autoo, a Volkswagen declarou que não tem nos planos oferecer o T-Roc Cabriolet no Brasil. 

 

Volkswagen T-Roc Cabriolet
Volkswagen T-Roc Cabriolet
Imagem: Divulgação

 

Assine a newsletter semanal do AUTOO!