Elon Musk pode ser chamado de louco, irascível e até rude, mas impossível não reconhecer no bilionário um ar de desafio em seus projetos. Sua fabricante de carros, a Tesla, pode até passar por um enorme aperto financeiro e até ter seu futuro questionado, mas ao ver do que é capaz sua nova criação, o Model Y, não dá para negar uma pontinha de espanto, pelo menos.

Revelado nesta sexta-feira nos EUA, o Model Y pretende ser, de longe, o modelo mais vendido da Tesla, com números superiores aos seus irmãos somados, diz a marca. E o que faz o novo elétrico californiano tão especial? Muitas coisas.

Começa no fato de ser um crossover, uma mistura de cupê com ares de SUV. Embora seja um veículo de porte médio, é tão grande que leva até sete adultos com conforto, garante a Tesla. Então estamos falando de um elétrico para a família? Não senhor.

O Model Y pode acelerar de 0 a 100 km/h em cerca de 3,5 segundos – há versões mais mansas que fazem o mesmo em 4,8 segundos. Ah, mas assim a autonomia deve ser ridícula...

Aí é que a Tesla de novo impressiona: o crossover pode rodar até 300 milhas sem recarga. Estamos falando de mais de 480 km de autonomia, uma eternidade para um veículo 100% elétrico e rodando acima de 200 km/h, segundo os poucos dados divulgados pela empresa.

Tesla Model Y 2020
Tesla Model Y 2020
Imagem: Divulgação

Preço de Renault Zoe no Brasil

Previsto para estrear em 2020, o Model Y possui tração integral e motor duplo elétrico. A Tesla vai oferecer uma versão standard com autonomia de 230 milhas (370 km) por US$ 39 mil (R$ 150 mil) e a de longo alcance, citada acima, por US$ 47 mil (R$ 181 mil). Ou seja, o mais barato custará o mesmo que o Renault Zoe no Brasil enquanto a versão mais cara saíra pelo preço do Nissan Leaf por aqui.

O Model Y de longo alcance é que chegará primeiro às lojas no ano que vem enquanto a versão básica ficará para 2021. Em comum, os dois trazem teto solar panorâmico, partida pelo smartphone e uma tela única de 15 polegadas como painel de instrumentos. A Tesla garante que o Model Y é extremamente seguro e eficiente e que sim, terá um sistema de direção autônoma total “seguro o suficiente para não ser necessário prestar atenção no volante”.

Se o Model Y será capaz de tornar a Tesla uma fabricante lucrativa é cedo para dizer, mas que Musk tem um carro promissor nas mãos não há dúvida.

Tesla Model Y 2020
Tesla Model Y 2020
Imagem: Divulgação

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/