Em nosso primeiro contato com o Toyota Yaris, como você confere aqui, conhecemos de perto a novidade na sua configuração mais cara XLS com motor 1.5 16V. Agora chegou a vez de acelerarmos uma vertente mais acessível do Yaris, no caso a configuração intermediária XL Plus Tech. Nessa versão, o hatch sai de fábrica com o motor 1.3 16V, mas também compartilha com a opção topo de linha o câmbio automático CVT.

Por falar no conjunto mecânico, poucos modelos na categoria do Yaris conseguem ser tão racionais do que o hatch na versão avaliada aqui. Se já agrada no Etios, o motor 1.3 16V trabalhando com uma transmissão mais eficiente alcançou um patamar de economia de combustível ainda melhor. Segundo os dados oficiais, o Yaris 1.3 automático é capaz de rodar até 13,1 km/l na cidade e 14,2 km/l na estrada com gasolina, números muito competentes frente a concorrência.

Só que, de novo, graças ao seu perfil racional, não espere encontrar no Yaris XL Plus Tech o mesmo vigor nas acelerações e retomadas que um VW Polo Comfortline com seu 1.0 turbo é capaz de entregar. No trânsito urbano, o Yaris 1.3 automático vai bem, mas na estrada ou quando carregado é bom ter um pouco de paciência nas respostas. Ao menos o câmbio CVT oferece a opção de trocas sequenciais com 7 relações de “marchas” fixas, o que ajuda o motorista a explorar da forma que desejar os 101 cv de potência e 12,9 kgfm de torque que o propulsor desenvolve no Yaris. Apenas como comparação, o já citado Polo Comfortline conta com 20,4 kgfm de força, um dos motivos pelos quais o VW realiza o 0 a 100 km/h na casa de 10 segundos e o Yaris XL Plus Tech precisa de 2,5 segundos a mais para completar a mesma prova.

Desempenho à parte, se esse não é o forte do Yaris XL Plus Tech ao menos no rodar ele faz jus ao símbolo que ostenta na grade dianteira. Com um rodar sólido e estável, além de uma cabine com baixo nível de ruído, o Yaris intermediário nos mostra alguns diferenciais que um carro da Toyota entrega. Esqueça qualquer pretensão esportiva se você vai dirigir um Yaris, mas ele vai muito bem no nível de conforto que oferece aos passageiros. A suspensão lida bem com nosso piso, enquanto a direção elétrica poderia ser um pouco mais rápida, porém é condizente com a proposta geral do Yaris. Uma grande falta, ainda mais em um carro recém-lançado como o Yaris e que está longe do segmento de entrada, é a possibilidade de ajustar também a profundidade do volante e não apenas a altura como o Yaris XL Plus Tech oferece. 

Falando um pouco do design, o Toyota Yaris ainda é capaz de fazer algumas pessoas virarem o pescoço para analisá-lo melhor, ainda mais quando você está dirigindo uma unidade na cor Vermelho Super como foi o nosso caso e você confere nas fotos e no vídeo...

De qualquer forma, o Yaris acertou nas linhas da carroceria e vai muito bem no quesito visual, algo que impede muita gente de sequer conhecer mais de perto um Toyota Etios, por exemplo.

Na parte interna, o Yaris XL Plus Tech oferece muitos predicados, talvez até mais do que por fora. A cabine é mais do que suficiente para 4 adultos e uma criança, sendo que os passageiros no banco traseiro ainda contam com a melhora do espaço para as pernas que o assoalho traseiro plano oferece. Por dentro o Yaris conta com o mesmo nível de espaço que um VW Polo ou um Fiat Argo (mas um Honda Fit ainda é mais versátil), enquanto o porta-malas de 310 litros do Toyota dá a impressão de ser até maior quando você o olha pela primeira vez. O Yaris é um modelo que pode atender a um casal até mesmo com um filho pequeno.

Sem opcionais, a versão XL Plus Tech de R$ 69.590 só fica devendo mesmo o revestimento interno de couro, um item que ganha cada vez mais adeptos por aqui, assim como deveria ao menos ofertar o sensor de estacionamento de série. Olhando pelo lado positivo, a configuração já sai de fábrica com ar-condicionado digital, chave presencial, acendimento automático dos faróis, central multimídia, além dos “obrigatórios” trio elétrico, direção assistida, dentre outros equipamentos.

Durante nossa avaliação, assim como apontamos na versão topo de linha que compartilha a central multimídia Toyota Play+, falta ao aparelho um sistema mais moderno e prático de espelhamento para smartphones. A tecnologia SDL, que conta com alguns aplicativos instalados diretamente na central, não se mostra muito eficaz e, ao longo de nosso teste, não conseguimos utilizar os aplicativos de navegação mais famosos hoje em dia mesmo efetuando atualizações de software do aparelho. Não seria surpresa alguma se a Toyota resolvesse aplicar de vez o Apple CarPlay e o Android Auto em sua central multimídia nos próximos anos.

Olhando para o mercado, um concorrente muito forte para o Yaris XL Plus Tech é o VW Polo Comfortline. Até mais barato, no caso partindo de R$ 68.120, o Polo Comfortline oferece por esse preço 4 airbags, sensor de estacionamento traseiro e uma central multimídia com CarPlay e Android Auto de série, além, é claro da motorização 1.0 TSI. Tanto no Polo 1.0 TSI quanto no Yaris você vai encontrar os controles de tração e estabilidade.

É fato que o nome Toyota ainda exerce um certo magnetismo em muita gente, mas é bom ter em vista que, da nova leva de hatches compactos premium, o Yaris na versão XL Plus Tech é voltado a um público que valoriza muito mais atributos relativos ao bolso – tais como baixo consumo, liquidez na hora da revenda, dentre outros – do que aqueles que anseiam por um carro com um pouco mais de “tempero”, por assim dizer, algo que o Polo Comfortline oferece custando o mesmo.

Para o público PCD, o Yaris XL Plus Tech funciona, sim, como uma boa opção respeitando tudo o que foi dito no parágrafo anterior. Tanto ele quanto o Polo Comfortline entregam pacotes muito mais completos em relação aos SUVs compactos nas versões destinadas aos clientes de venda direta que realizam a compra com isenção.

No caso do Toyota Yaris, se você busca uma versão mais acessível sem abrir mão da transmissão automática, talvez seja mais interessante ficar mesmo com a opção XL. Ela compartilha o mesmo conjunto mecânico da Plus Tech, mas custa R$ 65.590 e só perde a central multimídia (traz um rádio bem completo no lugar) e o sistema de chave presencial. Além disso, no Yaris XL automático o ar-condicionado é do tipo convencional, com acionamento manual. Na ponta ponta do lápis, contudo, se a ideia é comprar um carro pensado para ser mais racional, a versão XL já está de bom tamanho.  

 
 
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
 

Ficha técnica

Toyota Yaris 2019 XL Plus Tech 1.3 16V flex automático 4p
Preço R$ 69.590 (06/2018)
Categoria Hatch compacto
Motor 4 cilindros, 1329 cm³
Potência 94 cv a 5600 rpm (gasolina)
Torque 12,5 kgfm a 4000 rpm
Dimensões Comprimento 4,145 m, largura 1,73 m, altura 1,49 m, entreeixos 2,55 m
Peso em ordem de marcha 1110 kg
Tanque de combustível 45 litros
Porta-malas 310 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |