Notícia muito aguardada nesta semana, como previsto a Toyota revelou nesta sexta-feira (16) a nova geração do Corolla. Trata-se da 12ª atualização na longa história do modelo, que foi lançado no Japão em 1966 e soma mais de 46 milhões de unidades vendidas ao redor do mundo desde então.

Baseado na nova arquitetura modular global da marca (TNGA), o Corolla 2020 trará muitas evoluções e ganhos em comforto dinâmico, conforto ao rodar, silêncio a bordo e segurança. Em relação ao Corolla atual, a nova geração ganha 10 mm no comprimento, atingindo 4,64 m, e mais 5 mm na largura, com 1,78 m. A altura foi reduzida em 45 mm, muito provavelmente para obter ganhos na aerodinâmica, e ela fica em 1,43 m. A única dimensão inalterada foi o entre-eixos, que segue com 2,70 m, o suficiente para proporcionar uma cabine bem espaçosa ao sedã.

Visualmente, a equipe de design da Toyota buscou conferir à nova geração do Corolla traços mais arrojados. Segundo a fabricante, a plataforma mais moderna permitiu aos seus designers criar uma carroceria com “centro de gravidade mais baixo, visual externo esportivo e um interior elegante”.

A Toyota não entrou em muitos detalhes técnicos da nova geração do Corolla, algo que deverá ocorrer no lançamento comercial do sedã, mas adianta que dependendo do mercado ele será equipado com os novos motores da família Dynamic Force Engine, o câmbio CVT Direct Shift e uma nova opção de câmbio manual de 6 marchas, como já noticiamos no Autoo

Pelos vídeos iniciais divulgados pela Toyota, é possível notar no Corolla 2020 recursos como uma central multimídia bem destacada no centro do painel, sistema de carregamento de smartphones por indução (para aparelhos compatíveis com a tecnologia), um painel de instrumentos com uma ampla área digital para informações, entre outros aprimoramentos.

Segundo antecipado pela Toyota, as vendas do novo Corolla vão iniciar na Europa e nos EUA no segundo trimestre de 2019 e, a partir desse período, ele chegará a mais de 150 mercados ao redor do mundo, incluindo o Brasil. Vale a pena destacar que a unidade da Toyota em Indaiatuba (SP), onde o Corolla é produzido no Brasil, recebeu um grande investimento para receber a produção da nova geração.

Para nós, brasileiros, um dos grandes destaques que chegarão em conjunto com a nova geração do Corolla será a opção híbrida flex do sedã médio, conjunto mecânico que hoje em dia já é testado e experimentado em um Prius por aqui. De acordo com a Toyota, o Corolla híbrido chegará pela primeira vez em mais de 90 mercados. Essa configuração, muito provavelmente, deverá ser a versão topo de linha do modelo, com preço semelhante ao de um Honda Civic Touring, hoje tabelada em R$ 127.600.

Hoje em dia o Toyota Corolla não só lidera em vendas o segmento de sedãs médios com muita folga, como é um dos carros mais vendidos do Brasil, ocupando a 11ª posição no acumulado do ano.  

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/