Toyota Corolla Cross já agrada fora do Brasil; veja as impressões

Novo SUV da marca nipônica pode chegar por aqui em 2021. Imprensa filipina vê vantagens da novidade sobre o sedã
Acima o Corolla Cross lançado no Vietnã

Acima o Corolla Cross lançado no Vietnã | Imagem: Divulgação

No final de julho, a Toyota revelou o novo Corolla Cross na Tailândia. Baseado na mesma arquitetura do sedan, a novidade pode ser equipada com propulsão híbrida ou a apenas a combustão. Por lá, os preços ficam entre R$ 157,7 mil e 197,2 mil na conversão direta. Apesar de a Toyota não confirmar a chegada do Corolla Cross no Brasil, sua estreia é aguardada já para 2021 inclusive com produção local. 

Até lá, já dá para ter algumas pistas do que esperar desse novo Corolla Cross. A publicação filipina C! Magazine conseguiu andar em uma versão híbrida do novo SUV da Toyota, avaliado em sua opção mais cara com o conjunto mecânico eletrificado. Por lá, tal configuração custa 1.650.000 pesos filipinos, ou o equivalente a R$ 190,4 mil na conversão direta.

O Corolla Cross híbrido conta com o motor 1.8 a gasolina trabalhando em conjunto com um propulsor elétrico, que gera 72 cv isoladamente. Juntos, a marca informa 122 cv de potência combinada para o Toyota Corolla Cross. Enquanto o torque não é informado, a novidade utiliza uma transmissão CVT para controlar a chegada da força dos dois motores às rodas dianteiras. Nas medidas, o Corolla Cross conta com 4,46 m de comprimento, 1,82 m de largura e 1,62 m de altura. O entre-eixos é de 2,64 m e o porta-malas tem espaço para acomodar até 487 litros de bagagens. 

Saiba mais: veja os detalhes do novo Toyota Corolla Cross

Começando pelo visual, a publicação filipina se disse surpresa com o Corolla Cross. “É um carro de linhas modernas e agradáveis”, disseram. Mesmo compartilhando a plataforma GA-C com o Corolla sedã, o SUV guarda pouca ou nenhuma semelhança com o três volumes. Foi notado até que as colunas dianteiras são mais estreitas que as do sedã, enquanto a carroceria lança mão de arcos sobressaltados para reforçar a impressão de largura.

Se, por fora, o Corolla Cross lembrou pouco o sedan, por dentro, a história foi bem diferente. A cabine de ambos é muito similar, exceto por alguns detalhes. Um deles é o posicionamento elevado da tela da central multimídia, julgada como uma solução eficiente, mas pouco elegante. O banco traseiro também tem um pouco menos de espaço por conta do entre-eixos menor do SUV. A qualidade acabamento da cabine estava dentro do padrão da Toyota “com bons materiais, mas nada luxuoso. Para isso existe a Lexus”.

Interior do Corolla Cross com o volante à esquerda
Interior do Corolla Cross com o volante à esquerda
Imagem: Divulgação

Quanto ao motor, a C! Magazine afirmou que o Corolla Cross híbrido tem uma resposta nas acelerações mais fortes do que as observadas no sedan, provavelmente por alguma alteração na programação do gerenciamento de motor e câmbio. Além disso, a transmissão CVT trabalhando em conjunto ao sistema híbrido foi descrita como “uma das melhores da categoria e as demais montadoras deveriam aprender com a Toyota”. 

Quando comparando o sedan diretamente com o SUV, a publicação afirmou que, se o Corolla é uma compra racional, inteligente e familiar, o Corolla Cross é divertido e excitante em sua variante híbrida. Apesar de mais divertido atrás do volante, o modelo conseguiu fazer 23,3 km/l em ciclo misto entre cidade e estrada.

Quanto à suspensão, vale reforçar que o Corolla Cross tem duas diferenciações importantes na comparação com o sedan, apesar da plataforma compartilhada. Além do entre-eixos menor no SUV, a suspensão traseira do utilitário esportivo é por barra de torção, enquanto o Corolla já lança mão de um sistema multibraço. 

Mesmo assim, a publicação filipina só teve elogios para o comportamento dinâmico do Corolla Cross. Na opinião da C! Magazine, o uso da suspensão menos sofisticada permitiu um acerto mais refinado ao SUV, que entregou muito conforto. Ao mesmo tempo, as mudanças de direção eram feitas sem sustos e com confiança, mesmo em velocidades mais elevadas ou curvas mais acentuadas.

Na conclusão, o Toyota Corolla Cross Hybrid das Filipinas foi descrito como “a melhor chance para o carro híbrido conquistar clientes ainda receosos com a tecnologia”. A crítica ficou apenas para a precificação da versão híbrida, justificada pela tecnologia extra, mas que posicionou a novidade em um segmento mais premium. Será que o Corolla Cross repete o sucesso aqui no Brasil?

Acima o Corolla Cross lançado no Vietnã
Acima o Corolla Cross lançado no Vietnã
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!