Tração dianteira bomba as vendas do Edge

Em pouco mais de um mês, crossover grande da Ford já vendeu um terço do que foi comercializado em 2011

Ford Edge | Imagem: Samuel Pantuzo

O Ford Edge foi lançado no Brasil em 2008, mas não chegou a fazer o “furor” que o Fusion fez, por exemplo. Em 2011, o crossover vendeu 1.989 unidades, número (bem) abaixo de concorrentes como Kia Sorento (10.115) e Hyundai Santa Fe (8.038)

Para mudar o quadro, no final do ano passado, chegou a versão com tração dianteira. Com preços mais baixos e um bom pacote de itens de série, parece que a novidade conseguiu "bombar" as vendas do modelo, tanto que a marca divulgou que, em pouco mais de um mês, foram emplacadas 612 unidades.

Parece pouco, mas se levarmos em consideração os números do ano passado (média de 165 carros por mês), esse resultado é uma verdadeira conquista.

Disponível em duas versões – SEL e Limited –, o crossover da Ford é equipado apenas com um único motor, o 3.5 V6 Ti-VCT, que possui duplo comando variável de válvulas e desenvolve 289 cv. Acoplado a ele está a transmissão automática SelectShift de seis velocidades.

Leia também: Ford confirma novos EcoSport e Ranger para 2012

Caso o interessado queira o Edge com tração dianteira, terá que se contentar com a versão SEL, única disponível nesta configuração, com preços que partem de R$ 127.150. Já a Limited está disponível apenas com tração integral e seu preço pode chegar a R$ 155.422 com todos os opcionais. O modelo ainda oferece três anos de garantia total, com direito à assistência a pós-venda e à cesta básica de peças mais econômicas.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!