Vale a pena aguardar o novo Volkswagen Jetta 2019?

Completamente novo, sedã será revelado ao público em janeiro durante o Salão de Detroit
Ilustração antecipando detalhes do novo Volkswagen Jetta 2019

Ilustração antecipando detalhes do novo Volkswagen Jetta 2019 | Imagem: Divulgação

A Volkswagen liberou nesta semana algumas ilustrações sobre a nova geração do Jetta e confirmou: a apresentação pública do modelo ficará mesmo para janeiro durante o Salão de Detroit. A escolha não é por acaso, já que o Jetta é o modelo mais vendido pela marca nos EUA.

Apesar dos teasers, como são chamados no jargão da indústria, a nova geração do Jetta já começou a circular há um bom tempo sem qualquer disfarce na internet, como nós mesmos já antecipamos.

É fato que o novo Jetta 2019 será comercializado no Brasil, sendo que o lançamento por aqui deverá ocorrer mais para o fim de 2018. A procedência do modelo, ao que tudo indica, será mexicana já que a Volkswagen deverá focar sua produção brasileira em modelos de maior volume.

Aqui no Brasil o Jetta não deixa de ser um sedã médio com boa aceitação. Apesar do Toyota Corolla deitar e rolar no segmento por aqui, o Jetta atualmente é o quarto sedã médio mais procurado, conforme você pode conferir em nosso ranking. Hoje o modelo conta com um ótimo leque de motores, com os propulsores 1.4 e 2.0, ambos com turbo e injeção direta, porém é inegável que o Jetta precisa de uma atualização no interior e no visual como um todo. 

Para se descolar dos rivais e tentar chamar a atenção dos consumidores que estão migrando cada vez mais para SUVs, o novo Jetta 2019 vai focar em um design bem trabalhado, adotando de vez um perfil mais próximo ao de um cupê como ocorreu na décima geração do Honda Civic, e um nível superior em equipamentos de conforto, tecnologia e segurança.

O que vai permitir esse avanço do Jetta em eletrônica embarcada é a migração para a plataforma modular MQB, a qual é usada no Golf e no Polo fabricados no Brasil. A arquitetura já foi concebida não só para acomodar opções mais avançadas de propulsão, como conjuntos mecânicos híbridos ou elétricos, como também dá suporte a diversos recursos como os sistemas de frenagem automática pós-colisão, controlador de velocidade adaptativo, assistente de estacionamento, dentre outros recursos, sendo que todos esses estarão presentes no Jetta 2019. Com isso, o modelo deverá ganhar bem mais competitividade frente a Toyota Corolla e cia., já que atualmente nenhum deles oferecem recursos semelhantes. 

Primeiro contato com o modelo

Por se tratar de um veículo muito relevante para o mercado norte-americano, alguns veículos da imprensa especializada dos EUA foram convidados a avaliar um protótipo do Jetta 2019 no campo de provas da marca localizado em Arizona.

Segundo alguns veículos como a Autoweek, o modelo se destacou por uma volta às raízes do que sempre caracterizou o Jetta como um sedã diferenciado: a ênfase em um estilo de condução mais esportivo. De acordo com a reportagem, o Jetta 2019 retoma o cuidado com uma dirigibilidade claramente mais voltada ao prazer ao dirigir do que o puramente o conforto, algo mais presente no Jetta comercializado nos EUA.

A equipe da Autoweek também destaca a boa combinação entre o motor 1.4 TSI e o câmbio automático de 8 marchas, uma novidade interessante que estreia no Jetta 2019. De acordo com o texto da Autoweek, a transmissão mostrou-se “suave e razoavelmente rápida nas trocas, mantendo o motor 1.4 TSI na faixa de rotações mais adequada durante uma condução normal”. A única crítica, contudo, foi para uma certa lentidão nas reduções de marcha em especial com o modo esportivo da transmissão selecionado.

Por se tratar de uma unidade ainda em teste, o repórter não emitiu opiniões sobre o acabamento interno, até porque o modelo contava com várias partes camufladas mesmo pela cabine. Já se sabe, até mesmo pelas ilustrações divulgadas pela Volkswagen que você confere na galeria de fotos, que o Jetta 2019 contará com recursos como o painel de instrumentos digital e a central multimídia mais avançada da marca, que estreou no mais recente facelift do Golf europeu.

É interessante destacarmos que o Jetta 2019 também entregará um bom aumento no porte até para se diferenciar do inédito Volkswagen Virtus, modelo que conta com praticamente o mesmo tamanho do atual Jetta.

Mais sofisticado, melhor equipado, com um eficiente conjunto mecânico... o novo Jetta 2019 promete se tornar a nova referência na categoria onde quer que atue. Com uma salutar aposta no comportamento esportivo ao volante, algo que sempre diferenciou o Jetta, ele tem tudo para fazer os atuais fãs de sedãs pelo menos cogitar a compra do modelo antes de partir para um SUV. Já confirmado para o Brasil, com certeza o novo Jetta 2019 é um modelo que vale a pena a espera!