VW já trabalha na terceira geração do Tiguan e deverá surpreender no design

Sucesso de vendas na presente interação, modelo pode contar com traços mais arrojados
Projeção do site russo Kolesa para o futuro Tiguan com carroceria cupê

Projeção do site russo Kolesa para o futuro Tiguan com carroceria cupê | Imagem: Kolesa/Nikita Chuyko

Enquanto a pandemia causada pelo novo coronavírus atrapalhou a estreia do facelift para a geração atual do Volkswagen Tiguan, na Europa muitos meios da mídia especializada automotiva já revelam detalhes sobre os caminhos que a terceira geração do SUV médio deverá tomar.

Toda essa atenção para o modelo não é por acaso, uma vez que o Tiguan tornou-se o SUV mais vendido pela Volkswagen no mundo, superando a marca de 900 mil unidades emplacadas no ano passado somando todos os países onde atua. Aqui no Brasil, a segunda geração do Tiguan também fez muito sucesso, sendo que por vários meses seguidos ele superou a marca de mil emplacamentos no país. Ao todo ele somou 13 mil unidades comercializadas por aqui em 2019, um feito de destaque considerando sua segmentação de mercado e faixa de preço.

E, segundo relatam revistas e sites europeus, a Volkswagen espera capitalizar esse sucesso comercial do Tiguan apostando alto no modelo, inclusive apostando forte em uma mudança radical para o design do SUV.

De acordo com o que foi apurado, a ideia da Volkswagen é migrar o estilo hoje mais convencional do Tiguan para linhas que remetem ao design de um cupê, caminho que muitos SUVs estão seguindo hoje em dia. A ideia é que, mesmo com a caída mais pronunciada do teto para atingir esse efeito visual na silhueta do SUV, a variante 7 lugares Tiguan Allspace (hoje a única oferecida no Brasil) deverá ser mantida.

A previsão é que o novo Tiguan seja lançado em 2022 na Europa, provavelmente inaugurando a linha 2023 do SUV. Seu projeto, apontam as fontes europeias, deve tomar como base a plataforma MQB, que deve receber aprimoramentos para oferecer até mesmo recursos de condução autônoma nível 4, que permite o deslocamento do veículo sem a intervenção do motorista em situações específicas.

Nas projeções que ilustram a notícia você confere as projeções do site russo Kolesa, que tomam como base a dianteira esperada para o facelift do Tiguan que estreia neste ano, mas já nos dão uma boa ideia do que podemos esperar para o perfil cupê que a próxima geração deve entregar.

Atualmente o Volkswagen Tiguan Allspace é vendido no Brasil com três opções. A mais acessível é a 250 TSI, com o motor 1.4 turbo flex de 150 cv e 5 lugares tabelada em R$ 140.490. Logo acima está a intermediária Comfortline com o mesmo propulsor, porém 7 lugares e preço sugerido de R$ 167.490. Acima delas está a variante topo de linha R-Line 350 TSI com o 2.0 turbo de 220 cv sob o capô. Também com 7 lugares, hoje o Tiguan Allspace R-Line tem preço sugerido de R$ 203.490.

Projeção do site russo Kolesa para o futuro Tiguan com carroceria cupê
Projeção do site russo Kolesa para o futuro Tiguan com carroceria cupê
Imagem: Kolesa/Nikita Chuyko

Assine a newsletter semanal do AUTOO!