VW vai passar a fabricar veículos elétricos no México a partir de 2026

Primeiro modelo que sairá da linha de montagem ainda vai ser decidido no ano que vem
Linha de montagem do SUV elétrico ID.4 na fábrica em Chattanooga, nos Estados Unidos

Linha de montagem do SUV elétrico ID.4 na fábrica em Chattanooga, nos Estados Unidos | Imagem: Divulgação

A Volkswagen vai investir US$ 760 milhões (R$ 3,7 bilhões) na fábrica de Puebla (México) para começar a montar veículos elétricos. Atualmente, apenas a unidade de produção em Chattagooga (EUA) produz esse tipo de modelo no continente americano. O primeiro modelo a ser fabricado no país latino-americano será anunciado até o fim de 2024.

VEJA TAMBÉM:

Hoje a unidade de produção da Volkswagen do México produz os modelos Jetta e Tiguan, ambos trazidos para o Brasil conforme o acordo comercial entre os dois países,firmado em 2002 e que deverá passar por alterações com a inclusão de outras categorias, como a de caminhões e ônibus, para diminuir o desequilíbrio para a balança comercial brasileira.

Com o investimento na fábrica mexicana a Volkswagen visa atualizar a unidade de produção com tecnologia avançada,o que vai tornar possível exportar veículos eletrificados parra diversos países na América Latina. Entre os candidatos a começarem  a ser feitos no  México estão o SUV ID.4 e a nova Kombi elétrica, o ID.Buzz

No  Brasil, serão fabricados híbridos flex 

VW Taos 2024 é flagrado com pouca camuflagem rodando em São Bernardo do Campo (SP) antes do lançamento
VW Taos 2024 é flagrado com pouca camuflagem em São Bernardo do Campo (SP). Pode ter o novo 1.5 híbrido flex
Imagem: Amauri Gomes Gerônimo

Enquanto no México a Volkswagen se prepara para produzir carros elétricos, o Brasil ficará apenas com os híbridos flex. A unidade de produção de São Carlos (SP) vai receber investimentos para começar a fabricar um novo motor híbrido flex, a partir de 2027. 

O anúncio ainda não foi feito oficialmente, mas o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, chegou a adiantar que a Volkswagen vai confirmar um novo ciclo de investimentos no Brasil, que vai até 2028, da ordem de 1 bilhão de euros, em torno de R$ 5,8 bilhões. Parte desse montante deverá ser usado para fabricar o novo motor com sistema de 48 Volts.

No mercado europeu, o motor 1.5 MHEV, com 148 cv, é impulsionado por um elétrico de 34 cv. Funciona com câmbio automatizado, de dupla embreagem (DSG), de sete marchas e tração dianteira. No caso do Golf, esse recurso ajudou a rodar, pelo menos, mais 3 km para cada litro de gasolina europeia, sem os 27% de etanol da brasileira. 

Siga o AUTOO nas redes: Instagram | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

Carlos Guimarães

Jornalista há mais de 20 anos, já acelerou várias novidades, mas não dispensa seu clássico no final de semana

Recomendados por AUTOO

Youtube
Fiat Strada: qual o segredo de sucesso da picape?

Fiat Strada: qual o segredo de sucesso da picape?

5 pontos que explicam por que o veículo vende tanto até hoje
Aviação
Embraer revela seu primeiro táxi-voador!

Embraer revela seu primeiro táxi-voador!

Veículo elétrico ainda não leva pessoas e será testado em voo ainda em 2024
MOTOO
Royal Enfield Guerrilla 450: todos os detalhes e 50 fotos

Royal Enfield Guerrilla 450: todos os detalhes e 50 fotos

Conheça preço, ficha técnica, desempenho, motor cores e versões da moto confirmada para o Brasil