XC10 ou XC20: Volvo terá SUV abaixo do XC40

Modelo, construído sobre plataforma desenvolvida em conjunto com a Geely, terá propulsão completamente elétrica
Projeção de Kleber Silva para o futuro SUV elétrico da Volvo posicionado abaixo do XC40

Projeção de Kleber Silva para o futuro SUV elétrico da Volvo posicionado abaixo do XC40 | Imagem: Divulgação

Notícia interessante envolvendo a Volvo emergiu nesta semana na Europa. Em entrevista para a Auto Express o presidente e CEO da marca sueca, Håkan Samuelsson, confirmou que a montadora tem nos planos introduzir um SUV totalmente elétrico abaixo do XC40. 

A informação surge na mesma época em que a Volvo registrou diversos nomes em alguns escritórios de patente, entre eles XC10 e XC20, contudo o principal executivo da marca não antecipou para a publicação europeia qual será a designação escolhida para o SUV inédito na gama da fabricante. 

A estreia do SUV elétrico também não foi adiantada por Samuelsson, porém o futuro SUV compacto está inserido na estratégia da Volvo de contar com pelo menos metade de seu volume de vendas composto por carros puramente elétricos até 2025. 

O que Samuelson já confirmou é a plataforma que dará vida ao modelo abaixo do XC40. De acordo com o executivo, para tal produto a Volvo vai utilizar uma nova plataforma chamada SEA (Sustainable Experience Architecture), que contempla somente propulsão elétrica e foi desenvolvida em conjunto com a chinesa Geely, atual controladora da fabricante sueca. 

“Nós vamos utilizar a SEA para um carro menor, o que considero ser mais prático e inteligente para nós. Por meio dela nós conseguiremos uma estrutura de custos que é verdadeiramente competitiva para um veículo compacto. É difícil pensar em um produto assim baseado na arquitetura CMA, que é uma plataforma combinada para carros elétricos e a combustão e não nos permite explorar uma categoria muito abaixo do XC40. Se quisermos um SUV de entrada, com a SEA nós conseguimos fazê-lo”, explicou Samuelsson. 

O atual CEO e presidente da Volvo Cars acrescenta que a nova plataforma SEA foi desenvolvida na China utilizando, inclusive, alguns fornecedores chineses, o que reduziu consideravelmente o custo do projeto. A arquitetura CMA, por sua vez, foi desenvolvida na Suécia, porém já contou com financiamento conjunto entre Geely e Volvo. “Nós podemos construir um modelo premium da Volvo em cima da SEA. Nós vamos fazer isso com a Geely”, revelou Samuelsson.

Projeção de Kleber Silva para o futuro SUV elétrico da Volvo posicionado abaixo do XC40
Projeção de Kleber Silva para o futuro SUV elétrico da Volvo posicionado abaixo do XC40
Imagem: Kleber Silva
Assine a newsletter semanal do AUTOO!