10 boas opções de carros até R$ 50.000 para comprar em 2018

Quer um bom modelo novo com valor mais comedido? Confira algumas ótimas opções no mercado
Volkswagen Fox 2018

Volkswagen Fox 2018 | Imagem: Divulgação

Hoje em dia no mercado você ainda não conseguirá comprar um carro automático dentro do teto de R$ 50.000, tipo de câmbio que está se consolidando na preferência dos brasileiros, porém você já acha boas opções em termos de tamanho e equipamentos para quem não quer gastar muito dinheiro na compra do seu próximo carro novo.

Pensando em quem vai gastar até R$ 50.000, preparamos uma lista com 10 ótimas opções entre os modelos novos e, para ajudá-lo (a) na escolha, apontamos também aqueles dentro da lista que se mostram compras ainda mais interessantes. Então confira abaixo nosso levantamento começando pelo 10º lugar em nossa lista e seguindo até a melhor opção:

10º – Fiat Mobi Like 1.0 – R$ 38.980

O Mobi é uma ótima opção se você procura um segundo carro para a família ou um automóvel bem pequeno e fácil para usar na cidade. Existem versões mais baratas para o Fiat Mobi, mas ar-condicionado, direção hidráulica, travas e vidros elétricos de série você só encontra a partir do catálogo Like, por isso é a que indicamos. Hoje em dia ninguém quer um automóvel novo sem esses equipamentos, algo que até dificultaria bem a revenda do modelo mais para frente. Colocar mais do que dois adultos no Mobi não é tarefa fácil, bem como seu porta-malas para apenas 215 litros estão longe de conferir ao Mobi qualquer pretensão familiar. Ele é um bom carro apenas para ir e voltar ao trabalho gastando pouco e sem ter que rodar muito para achar uma vaga.

9º – Renault Kwid Zen – R$ 37.490

Primeiro modelo da lista a custar menos de R$ 40.000, o Renault Kwid é um subcompacto que de destaca pelos atributos de um “suvzinho”. Graças à altura em relação ao solo (18 cm) maior que a de um hatch convencional e bons ângulos de ataque e saída, ele passa por lombadas, valetas e rampas de forma mais tranquila. Seu acabamento e a concepção de seu projeto em si foca no menor custo possível, mas a versão intermediária Zen ao menos dá direito ao rádio de série (além de ar-condicionado, direção elétrica, travas e vidros elétricos) e 4 airbags de série, algo muito raro por esse valor. Como é muito leve, o Kwid vai muito bem no que diz respeito ao desempenho (para um 1.0, obviamente) e economia de combustível. As dimensões bem pequenas são ótimas para quem quer um carro prático para o uso diário, sendo que o porta-malas para 290 litros, algo raro mesmo em hatches maiores, é um destaque do Kwid.

8º – Nissan March 1.0 SV – R$ 46.490

O March é um dos modelos que se mostra bem desenvolto com motorização 1.0 em especial graças ao tamanho e o projeto de olho na redução de peso. Na versão SV, o March 1.0 também vai bem nos itens de série. É um dos raros compactos a oferecer, por esse valor, rodas de liga leve aro 15”, além de trio elétrico, rádio, computador de bordo e uma cabine com acabamento bem cuidado, com direito a bancos com costura dupla.

7º – Renault Sandero Authentique 1.0 – R$ 45.290

O grande atributo, literalmente, do Sandero é o bom espaço interno e o porta-malas um pouco maior (320 litros) do que os rivais oferecem. É uma alternativa para o uso familiar, ao acomodar com facilidade 5 pessoas no interior. O novo motor 1.0 SCe também caiu muito bem ao Renault Sandero, que, assim como os concorrentes diretos, vai bem no quesito economia.

6º – Chevrolet Onix Joy – R$ 43.790

O Onix é o carro mais vendido do Brasil, em grande parte graças ao bom posicionamento da versão mais acessível Joy 1.0. Isso, no futuro, vai conferir ao dono do hatch facilidade de revenda e liquidez mais elevada. Também pesa a favor do Onix o bom espaço interno e o fato dele ser um dos raros modelos que ainda conta com motorização 1.0 de 4 cilindros. Traz os principais equipamentos de conforto de série, só devendo o rádio. Em relação ao Sandero, tem a vantagem de custar um pouco menos, por isso ficou na frente na classificação.

5º – Hyundai HB20 1.0 Comfort Plus com blueMedia

Selecionamos a versão mais cara do Hyundai HB20 com motor 1.0 de 3 cilindros já que, por menos de R$ 50.000, ela oferece um bom pacote para quem busca mais equipamentos de conforto e conectividade. A central multimídia presente na versão oferece não só o Apple CarPlay como o Android Auto como também TV digital, reproduz fotos e vídeos, dentre outras funcionalidades. O motor tricilíndrico confere bom desempenho ao HB20 1.0, bem como é o único da lista a contar com 5 anos de garantia integral de fábrica, um atributo relevante do ponto de vista de manutenção.

4º – Fiat Argo 1.0 – R$ 44.990

Sem extrapolar os R$ 45.000, o Fiat Argo é um bom representante da nova safra de hatches compactos que passa a contar com um bom custo-benefício com a introdução de sua nova versão de entrada a partir da linha 2018. Em relação aos já citados Etios, C3 e o próprio Fox, o Argo traz consigo o “fator novidade”, ou seja, é a opção para quem procura um modelo mais recente nas lojas. A favor do Argo 1.0 também conta o bom nível de acabamento dentro da categoria e o comportamento dinâmico correto. Não adianta esperar um desempenho descomunal do modelo, já que sua proposta é economizar combustível, algo que o start-stop de série ajuda bastante em especial no uso urbano. Aliás, dos 10 modelos reunidos aqui só o Argo conta com o sistema que desliga o motor quando o carro encontra-se parado.

3º – Citroën C3 1.2 Start – R$ 44.690

O trunfo do Citroën C3 em sua versão de entrada é que ele é um dos carros mais econômicos do Brasil. Graças ao alto nível de eficiência do motor 1.2 de 3 cilindros, o hatch consegue entregar médias de 13,2 km/l na cidade e 14,8 km/l na estrada com gasolina a partir da linha 2018. Sem dúvida nenhuma, nesse segmento, a economia de combustível é um atributo muito importante. Por menos de R$ 45.000, o C3 de entrada ainda sai de fábrica com os equipamentos de conforto e segurança essenciais, incluindo aí rádio, computador de bordo, dentre outros.

2º – Toyota Etios X 1.3 manual – R$ 48.740

O Etios em sua versão de entrada se destaca por ser o único de nossa lista a contar com os controles de tração e estabilidade de série, algo muito elogiável. Além da dupla de segurança ativa, o modelo conta com um nível aceitável de equipamentos, com detaque para o ar-condicionado, direção elétrica, trio elétrico, dentre outros. Só falta mesmo ao Etios X o rádio, mas você instalar o equipamento como acessório sem ir além do limite financeiro estabelecido nessa lista. Trabalhando em conjunto com o motor 1.3 16V, o câmbio manual de 6 marchas torna o Etios X um modelo bem eficiente, podendo alcançar médias de até 12,6 km/l na cidade e 14,2 km/l na estrada com gasolina.

1º - Volkswagen Fox Connect – R$ 49.990

O Fox é um modelo que não deverá ter uma vida muito longa daqui para frente, sobretudo após a Volkswagen iniciar sua movimentação para atualizar sua linha até o fim de 2020, então é bom você ter isso em mente. Com um projeto já muito maduro, o Fox vive hoje aquele típico ciclo de fim de vida de um automóvel, onde ele procura se destacar pelo custo-benefício. E, nesse ponto, a Volkswagen caprichou. Para torná-lo uma compra bem interessante e ainda mantê-lo vivo entre os consumidores, o Fox Connect quase encosta no teto que estabelecemos para essa lista, mas ele traz um ótimo conjunto mesmo frente a rivais mais novos. Com uma concepção bem interessante, o Fox Connect oferece bom espaço interno e ainda é o modelo dentre os 10 selecionados aqui que conta com o motor de maior deslocamento, no caso o 1.6 flex com até 104 cv. Associado ao bom câmbio manual de 5 marchas, o Fox ainda oferece ótimo comportamento dinâmico. Na lista de equipamentos de série, o Fox Connect também se sai muito bem, saindo de fábrica com ar-condicionado, direção elétrica, trio elétrico, sensor de estacionamento, rodas de liga leve aro 15” e até mesmo central multimídia. Sem dúvida, o Fox Connect é uma excelente pedida hoje em dia!

Volkswagen Fox 2018

Volkswagen Fox 2018