Ricardo Meier

Comenta o mercado de vendas de automóveis e tendências sustentáveis

Às vésperas de novo HR-V chegar às lojas, Honda cai para 10º lugar no ranking de vendas

Marca japonesa tem dependido apenas da família City enquanto espera nova geração do SUV estrear

A Honda vive um momento raro no Brasil. A marca japonesa, conhecida pela clientela fiel, amargou apenas a 10ª posição em vendas em junho, com 4 mil veículos emplacados.

O resultado do mês passado não surpreende ao se constatar que a fabricante depende apenas de dois modelos, o novo City sedã e o inédito City hatchback, que tomou o lugar do versátil Fit.

Veículo consagrado da marca, o sedã Civic nacional deu adeus, à espera da versão importada, que não deve compensar a perda de emplacamentos.

Mas é o SUV HR-V que tem feito falta nas lojas da Honda. Em meio à uma transição de gerações, o modelo só deve voltar a ser vendido em agosto, inicialmente nas versões com motor 1.5 aspirado – o HR-V turbo só desembarcará em outubro.

A importância do utilitário esportivo é indiscutível: a essa altura em 2021, ele já havia emplacado quase 19 mil unidades enquanto em 2022 o estoque do modelo foi suficiente para apenas 3,2 mil veículos vendidos.

VEJA TAMBÉM:

O City, embora um carro bastante evoluído, ainda não se traduziu em aumento de volume de vendas se comparado à soma de Civic e do velho City no primeiro semestre de 2021. Foram 12.325 unidades contra 12.330 no ano passado.

Fiat Pulse 2022
Fiat Pulse 2022
Imagem: Divulgação

O City hatchback, por sua vez, já obteve 7,3 mil emplacamentos mesmo tendo sido lançado em março, e já supera com boa margem o Fit.

Falta à Honda, no entanto, um substituto do WR-V, o “Fit crossover”, que havia emplacado 5 mil carros no primeiro semestre do ano passado.

Volkswagen é vice-líder

Após um início de ano ruim, a Volks continua a galgar degraus e no mês passado foi a vice-líder em vendas, superando a Chevrolet, com 25 mil unidades comercializadas.

Gol quase rouba liderança da Strada

Os destaques da Volks em junho foram o T-Cross, SUV mais vendido do país, e o Gol, que voltou a ter um volume bem alto de emplacamentos. Com 9.435 unidades, ele quase superou a picape Strada, que teve 9.840 exemplares vendidos.

Pulse à frente do Argo

Ponto de partida do crossover Pulse, o hatch Argo já vende menos que a “criatura” a que deu origem. No acumula do primeiro semestre, o Pulse teve 24 mil emplacamentos, comparado aos 22,1 mil do hatchback.

Veja outras colunas

Apesar da liderança, grupo Stellantis perde espaço com crescimento de rivais no Brasil

15/08/2022 10h50

Modelos das marcas Fiat e Jeep perderam postos no ranking de vendas em 2022, com exceção da picape Strada

Tiggo 8 Pro tem novo visual registrado no Brasil pela CAOA Chery

11/08/2022 08h20

Modelo reestilizado havia sido apresentado na China no início deste ano

Fim de linha para o elétrico BMW i3

08/08/2022 08h20

Marca alemã entregou 18 últimos veículos do modelo compacto lançado em 2013. Em comum, a cor ouro, para comemorar a produção de mais 250 mil unidades