Aston Martin trocará motores AMG V8 por V6 híbrido próprio

Primeiro propulsor inteiramente feito pela empresa desde 1968 será usado inicialmente no superesportivo Valhalla
Aston Martin DBX

Aston Martin DBX | Imagem: Divulgação

Ainda no final de março, a Aston Martin anunciou que estava trabalhando em seu primeiro motor próprio desde 1968. Este novo propulsor é um 3.0 V6 turbo feito para trabalhar em conjunto com sistemas híbridos e deverá fazer sua estreia com o superesportivo Valhalla, o que deve acontecer a partir de 2022.

No entanto, o novo motor, chamado internamente de TM01, deverá exercer um papel ainda mais importante na Aston Martin. De acordo com os britânicos da Autocar, o propulsor irá ser utilizado na maioria dos modelos da marca, substituindo o 4.0 V8 turbo de origem Mercedes-Benz usado em modelos como Vantage, as versões de entrada do DB11 e também no DBX, primeiro SUV da empresa.

De acordo com o CEO da Aston Martin, Andy Palmer, “a Mercedes não escondeu para onde a tecnologia de motores deles está caminhando e, obviamente, nós não vemos motores de quatro cilindros em nossos carros. Assim, nós temos que fazer o nosso próprio caminho daqui para frente”.

Além disso, o novo V6 com elementos de eletrificação integrados não deverá representar uma adaptação complexa ao substituir o V8 da Mercedes-Benz AMG. De acordo com o executivo, o novo propulsor próprio da Aston Martin pode ser adaptado em todas as transmissões atualmente utilizadas pela marca.

Acima o novo V6 desenvolvido pela Aston Martin
Acima o novo V6 desenvolvido pela Aston Martin
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!