BYD aumenta investimento na fábrica da Bahia para R$ 5,5 bilhões

Fabricante chinesa havia anunciado R$ 3 bilhões anteriormente, mas resolve fazer um incremento de 83%
A CEO da BYD para as Américas, Stela Li, durante a cerimônia de lançamento da pedra fundamental em Camaçari (BA)

A CEO da BYD para as Américas, Stela Li, durante a cerimônia de lançamento da pedra fundamental em Camaçari (BA) | Imagem: Reprodução

A marca chinesa BYD decide aumentar seus investimentos na fábrica em Camaçari (SP), onde ficava a Ford, de R$ 3 bilhões para R$ 5,5 bilhões. O anúncio foi feito ontem (18) com a presença do  Governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues e da CEO Américas e vice-presidente executiva global da greentech, Stella Li, além do presidente da BYD no Brasil Tyler Li, e o conselheiro especial da BYD, Alexandre Baldy. 

VEJA TAMBÉM:

Segundo a BYD, os R$ 5,5 boçhões serão investidos em um curto espaço de tempo para acelerar as obras e logo ter os primeiros carros produzidos na Bahia.  A direção da BYD também anunciou a construção de cinco prédios residenciais, que serão destinados aos funcionários da fábrica, em uma área de aproximadamente 81 mil m² e terão a capacidade de abrigar 4.230 pessoas.

A marca chinesa também diz que vai gerar 10 mil empregos com a nova fábrica e que até o fim de 2024, os primeiros veículos da BYD começarão a ser montados no complexo. A produção completa dos carros na Bahia deve começar entre 2024 e 2025 e terá capacidade instalada de 150 mil veículos por ano na primeira fase de implantação, podendo chegar a 300 mil veículos numa segunda etapa.

Dolphin Mini deverá ser o modelo mais vendido da BYD

BYD Dolphin Mini
BYD Dolphin Mini durante o lançamento, em São Paulo, ainda trazido da China, antes de ser feito no Brasil
Imagem: Carlos Guimarães

Na primeira fase de obras, serão 26 novas instalações entre galpões de produção, pista de testes e outras estruturas que vão ocupar uma área de cerca de 1 milhão de m². Os três primeiros modelos que serão fabricados na unidade de produção da BYD na Bahia serão: Dolphin, Dolphin Mini e o SUV híbrido plug-in Flex Song Plus.

Hoje a BYD tem 85 concessionárias em operação e está em expansão. A marca espera que o modelo mais vendido seja o Dolphin Mini, que o mais em conta da marca vendido atualmente pelo preço sugerido de R$ 115.800. 

Siga o AUTOO nas redes: WhatsApp | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

 

 

Carlos Guimarães

Jornalista há mais de 20 anos, já acelerou várias novidades, mas não dispensa seu clássico no final de semana

Recomendados por AUTOO

Youtube
RAM Rampage Laramie a diesel

RAM Rampage Laramie a diesel

Será que ainda é vantajoso ter picape com motor turbodiesel?
Aviação
Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Mas nega que isso possa atrapalhar operação dos novos Gripen suecos
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções