Chery International assume operações da fabricante no Brasil

Empresa chinesa cria novo conselho administrativo e reafirma intenção de produzir no país a partir de 2014; investimento será de US$ 400 mi

Chery QQ | Imagem: divulgação

Antes representada pelo Grupo Venko, com experiência basicamente no ramo alimentício, a Chery Automobile do Brasil agora é comandada pela matriz chinesa. A troca de direção foi anunciada nesta terça-feira (27). “Decidimos que seria melhor aproximar ainda mais as ações brasileiras às da nossa sede mundial. Por isso, trouxemos os nossos executivos a fim de sincronizar os padrões da companhia com o crescimento do mercado brasileiro, que se assemelha ao que aconteceu na China”, comenta Zhou Biren, presidente da Chery International, em comunicado da empresa sobre a mudança.

Com a alteração, o chinês Kong Fan Long foi nomeado presidente da Chery para o mercado nacional, ocupando o cargo de Luis Curi, mantido na direção da fabricante no posto de CEO e também como vice-presidente e diretor comercial.

Veja mais: JAC Motors anuncia fábrica no Brasil

A montadora também aproveitou o anúncio para comentar sobre as obras da fábrica da Chery em Jacareí, no interior de São Paulo. Segundo os executivos da marca, a produção nacional está programada para começar em 2014 e a empreitada deve consumir cerca de US$ 400 milhões no que a empresa chama de “primeira fase” da construção, que envolve a conclusão das áreas de soldagem, pintura e montagem final. O setor de estamparia, ainda de acordo com a marca, ficará para um segundo momento.

Isso é um indicativo de que a Chery primeiro deverá apenas montar seus veículos no Brasil em regime CKD, quando o carro tem sua montagem finalizada em outra planta. Já a fabricação total dos carro deve começar somente quando o maquinário de estamparia for instalado. A marca, todavia, ainda não divulgou uma data para tal ação.

Quando entrar em operação, a fábrica da Chery no Brasil empregará aproximadamente 4.000 funcionários. O plano é entregar 150 mil carros por ano, que serão oferecidos no mercado brasileiro e países vizinhos.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!