Citroën C4 Lounge não é mais importado ao Brasil, diz executiva

Sedan da marca francesa é produzido na Argentina. Enquanto emplacamentos minguam, lojas já não possuem o carro
Citroën C4 Lounge 2019

Citroën C4 Lounge 2019 | Imagem: Divulgação

Desde fevereiro, o Citroën C4 Lounge vem apresentando números de vendas cada vez menores. Entre janeiro e setembro de 2020, o sedan fabricado na Argentina acumulou apenas 272 emplacamentos, contra 1.588 unidades em igual período de 2019. No site oficial da marca, o modelo aparece apenas na versão Shine 1.6 THP, de R$ 103.990, ainda com ano/modelo 2019.

Em entrevista ao site Argentina Autoblog, Valère Lourme, diretora de marketing da Citroën para o país vizinho, foi questionada a respeito da comercialização dos carros da marca entre os dois países e respondeu que “os C4 Lounge e Berlingo fabricados em El Palomar (ARG) são destinados à Argentina e ao Uruguai. Para o Brasil exportamos apenas o Partner e o novo 208”.

Saiba mais: Citroën C4 Cactus perde versão e agora parte de quase R$ 90 mil

Com isso, algumas concessionárias da Citroën no Brasil já estariam sem unidades do C4 Lounge há alguns meses, afirmando que “pouquíssimos” carros 2019/2020 chegaram ao nosso país. De acordo com lojistas, o único motivo para que o três volumes ainda apareça no site oficial da marca é pela possibilidade de alguns pontos de vendas ainda terem alguma unidade em estoque. Isso explicaria os baixos números de emplacamentos desde o início do ano.

A Citroën apresentou o C4 Lounge para o mercado brasileiro em 2013, usando a mesma plataforma do também finado Peugeot 408. Na época, tinha motores 2.0 flex aspirado ou 1.6 turbo THP a gasolina, que foi convertido para flex em 2014. A partir de 2016, o propulsor turbinado passou de série para todas as versões do sedã e sua única reestilização aconteceu em 2018, já como linha 2019.

Citroën C4 Lounge 2019
Última alteração para o Citroën C4 Lounge ocorreu em 2018 para a linha 2019
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!