Citroën C4 Cactus perde versão e parte de quase R$ 90 mil

SUV de entrada da marca francesa deixa de oferecer a opção com transmissão manual e preço inicial para o modelo sobe
Citroën C4 Cactus 2021

Citroën C4 Cactus 2021 | Imagem: Divulgação

Com a popularização das opções de câmbios automáticos no mercado, cada vez mais os modelos com transmissão manual vêm se tornando raros. E quanto maior a faixa de preço, menos opções aparecem com pedal de embreagem. Agora, foi a vez de a Citroën tirar a possibilidade de se contar com câmbio manual no C4 Cactus.

O utilitário esportivo compacto da marca francesa perdeu a configuração Live manual em seu catálogo. De acordo com a Citroën, a procura por tal versão, única com caixa mecânica, era muito baixa e não justificava os custos de produção. Recentemente, dentro do Grupo PSA (Peugeot-Citroën), a Peugeot já havia adotado a mesma tática com o 2008, passando a oferecer seu SUV apenas com transmissões automáticas.

Saiba mais: A Citroën vai oferecer um SUV ainda menor para o Brasil?

Mesmo com a perda da única opção com câmbio manual, o Citroën C4 Cactus ainda conta com seis escolhas de configuração. No entanto, um efeito colateral da movimentação é que a versão mais barata do SUV agora parte de R$ 89.990 na opção Live Auto. Há ainda as configurações Feel 1.6 automático (R$ 96.990), Série Especial C-Series 1.6 automático (R$ 99.990), Feel Pack 1.6 automático (R$ 100.990), Shine 1.6 THP automático (R$ 106.990) e Shine 1.6 THP Pack automático (R$ 115.990).

As versões Live, Feel, Série Especial C-Series e Feel Pack são equipadas com um motor 1.6 16V flex aspirado capaz de entregar até 122 cv de potência e 16,4 kgfm de torque quando abastecido com etanol. Já as configurações Shine e Shine Pack já trazem o 1.6 THP turbo flex gerando até 173 cv e 24,5 kgfm quando usando o combustível vegetal. Todas agora passam a utilizar uma transmissão automática convencional de seis velocidades.

Citroën C4 Cactus 2021
Citroën C4 Cactus 2021
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!