Novo C3 terá preço competitivo e baixo custo de manutenção, adianta Citroën

Hatch estreia em 2022 e será produto vital para resgate da marca no Brasil
Citroën C3 2022

Citroën C3 2022 | Imagem: Divulgação

Aos poucos a Stellantis começa a fornecer mais detalhes sobre a nova geração do Citroën C3, apresentada mundialmente há cerca de um mês e que será produzida e comercializada no Brasil a partir do primeiro trimestre de 2022. 

Em comunicado divulgado nesta semana sobre a novidade, a Stellantis deixou transparecer algumas ideias que permeiam o projeto do novo C3, produto que será fundamental para resgatar a participação de mercado que a Citroën outrora registrou no Brasil. 

De acordo com o conglomerado, além de “muita qualidade” e “estilo atraente”, a Stellantis antecipa que, entre suas premissas, o novo Citroën C3 entregará “custos totais de compra e manutenção cuidadosamente estudados”. 

Logo, podemos esperar por um foco especial da marca na questão do custo-benefício favorável, algo que o próprio posicionamento de mercado do novo C3 deverá favorecer. 

Ao contrário do que ocorre hoje em dia em muitas marcas, a tendência é que a Citroën posicione a novidade como um hatch compacto, sem tentar caracterizá-lo como um SUV ou crossover pequeno. 

Sendo assim, é natural esperarmos por um caráter de um modelo de entrada e razoavelmente acessível ao vislumbrarmos o futuro posicionamento de mercado do novo C3 por aqui. 

Citroën C3 2022
Citroën C3 2022
Imagem: Divulgação

Investimentos

Importante lembrar, como a Stellantis acrescenta, é o fato de que a unidade produtiva de Porto Real (RJ) recebeu investimentos de aproximadamente R$ 220 milhões exatamente para nacionalizar a plataforma CMP, a qual serve de base ao projeto do novo C3.  

A arquitetura em questão foi desenvolvida pela PSA antes da fusão com a Fiat Chrysler e tem aplicação destinada a veículos de porte compacto a intermediário. 

Altamente robusta, com baixíssimos níveis de vibração, maior conforto acústico e rápidas respostas de direção e elevada estabilidade, a plataforma CMP permite ao modelo uma experiência única de desempenho e bem-estar a bordo”, pontua a Stellantis. 

Bem projetado e validado, o novo C3 terá uma manufatura também de excelência. A fábrica de Porto Real (RJ) passou por uma grande transformação industrial e tecnológica para receber a nova plataforma CMP, e contou com investimentos de mais de R$ 220 milhões. Entre as evoluções aplicadas, inclui-se a instalação de novos robôs, além de um inédito processo polivalente e flexível que permitirá a produção do novo Citroën C3 e ainda favorecerá os atuais modelos fabricados na unidade”, completa. 

Além da evolução do C3 entre os hatches, a Citroën vai ampliar sua gama de compactos vendidos no Brasil com outros dois produtos que integram o programa C-Cubed, dentro do qual a nova família foi desenvolvida. A previsão é que os lançamentos ocorram de forma escalonada, sendo um deles esperado para 2023 e outro para 2024. 

Citroën C3 2022
Citroën C3 2022
Imagem: Divulgação
Tags