Civic vira Honda Integra na China e ganha visual esportivo

Sedã conta com visual único para o país asiático e motor 1.5 turbo
Acima o novo Honda Integra que será comercializado na China

Acima o novo Honda Integra que será comercializado na China | Imagem: Divulgação

Como revelamos com exclusividade no AUTOO, infelizmente para os fãs do Honda Civic a marca japonesa deverá descontinuar a produção nacional do modelo em breve.

Contudo, isso não significa o fim do Honda Civic no Brasil, uma vez que está praticamente certo que o sedã médio continuará sendo oferecido no Brasil importado da América do Norte.

Logo, vale a pena acompanharmos tudo o que permeia a nova geração do modelo.

Nesta semana, uma novidade interessante foi a apresentação do Honda Integra para o mercado chinês, que nada mais é do que uma derivação do novo Civic produzida pela Guangqi Honda na cidade de Guangzhou. 

No caso do Integra, as diferenças para o Honda Civic recém-renovado ficam por conta dos faróis em LED ligeiramente mais agressivos, grade frontal própria para o sedã, além de para-choques diferenciados, com um difusor e refletores verticais na peça traseira. 

Ares esportivos

O Honda Integra chinês conta ainda com saída dupla para o escapamento, realçando a esportividade do conjunto. 

Com essas alterações, o Honda Integra chinês alcança 4,68 m de comprimento, 1,80 m de largura e 1,41 m de altura. 

Sob o capô está presente o motor 1.5 turbo capaz de entregar 182 cv e pouco mais de 24 kgfm de torque. O modelo ainda preserva a opção de câmbio manual de 6 marchas, “um elemento simbólico de maior performance”, pontua a Honda. 

A Honda vai comercializar o novo Integra na China a partir do último trimestre deste ano. 

Aqui no Brasil, a previsão é que a nova geração do Honda Civic chegue apenas ao longo de 2022.

Acima o novo Honda Integra que será comercializado na China
Acima o novo Honda Integra que será comercializado na China
Imagem: Divulgação