CN Auto fará Towner no Espírito Santo

Fábrica, no município de Linhares, terá investimento de R$ 250 milhões na primeira fase

CN Auto passará a produzir Towner no Espírito Santo | Imagem: Divulgação

O presidente da chinesa Harbin Hafei Automobile Industry Group Co. Ltd., Liu Zhengjun, e o CEO da CN Auto, Ricardo Strunz, assinaram na terça-feira (24) no Palácio Anchieta, sede do governo capixaba, o contrato de licença e de transferência de tecnologia para a produção dos miniutilitários que, no Brasil, são comercializados com o nome de Towner. A solenidade teve a presença do governador Renato Casagrande e do Secretário de Desenvolvimento do Estado, Marcio Félix Carvalho Bezerra.
 
A fábrica da CN Auto será instalada no município de Linhares, a 130 quilômetros de Vitória, capital do Espírito Santo, em terreno de 1 milhão de metros quadrados. Cinco modelos serão produzidos a partir de 2014: picape cabine simples, picape cabine dupla, picape cabine estendida, minivan de passageiros e minivan furgão.
 
Com investimento de R$ 250 milhões na primeira fase, a capacidade produtiva da unidade será de 25 mil veículos/ano por turno, gerando 1.200 empregos diretos, segundo a empresa. O projeto contempla cumprir os 12 processos produtivos exigidos pelo novo regime automotivo brasileiro, segundo a CN Auto.
 
De acordo com o CEO da empresa, desde agosto de 2008, quando a importadora iniciou suas atividades comerciais no País, a CN Auto mostrou-se interessada em instalar uma fábrica no País por entender que os miniutilitários têm larga aplicação em diferentes segmentos industriais, comerciais e de prestação de serviços. “Nos primeiros três anos, nosso foco foi estruturar a rede de concessionárias capaz de oferecer suporte técnico-comercial nas principais regiões e mercados do Brasil, como também todas as atividades de pós-vendas e suporte ao consumidor final”, afirmou Strunz.
 
A partir da assinatura do contrato de licença e de transferência de tecnologia, a CN Auto inicia a fase de desenvolvimento de fornecedores brasileiros. “Ao longo do segundo semestre e todo o ano de 2013, vamos trabalhar para alcançar  o índice de nacionalização que atenda às exigências do Programa “Inovauto” já nos primeiros lotes de produção nacional da Towner em 2014”, enfatizou Strunz.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!