Com novo recorde em vendas, Onix mostra que brasileiros não ligam para segurança

Hatch da Chevrolet é o carro mais vendido do Brasil e foi reprovado nos testes do Latin NCAP
Chevrolet Onix 2018

Chevrolet Onix 2018 | Imagem: Divulgação

 Não bastou o Latin NCAP alertar, a imprensa repercutir e até mesmo alguns órgãos de vigilância ameaçar: parece mesmo que os brasileiros não se importam quase nada com a segurança quando o assunto é a compra do seu próximo automóvel.

O Chevrolet Onix, modelo que foi reprovado na avaliação pelo Latin NCAP, acaba de registrar mais um recorde de vendas. Como você pode conferir em nosso ranking, o atual modelo mais vendido do Brasil registrou a marca de 18.611 unidades emplacadas em novembro. Até hoje, o maior volume comercializado pela Chevrolet havia sido de 18.513 unidades em agosto deste ano.

O Onix, em grande parte amparado por sua versão de entrada Joy ainda com visual antigo e focada no custo-benefício, está colecionando excelentes números de venda. No mesmo mês de novembro, o Hyundai HB20 foi a escolha de 8.527 consumidores, o que está longe de ser um número baixo, porém ainda o coloca longe do Onix. Também em novembro, o Ford Ka registrou 9.067 emplacamentos, porém no acumulado do ano o modelo de entrada da Hyundai está consolidado no segundo lugar.

Ainda não é possível emitir qualquer constatação envolvendo o Hyundai HB20 já que o modelo foi avaliado apenas em novembro de 2013 pelo Latin NCAP, portanto ainda com o padrão de testes anterior do órgão. O Ford Ka, por sua vez, até que procura se destacar no segmento ao oferecer os controles de tração e estabilidade em sua versão SEL, porém, quando foi avaliado pelo Latin NCAP em outubro de 2017, ele também foi péssimo em segurança e não alcançou nenhuma estrela na proteção para adultos assim como o Onix.

Logo, seria interessante se nós, brasileiros, começássemos a mudar nossos habitos de compra e valorizando marcas e modelos que se preocupam com a integridade dos passageiros a bordo de seus veículos. Só assim as fabricantes, que são capazes de montar carros extremamente seguros para a Europa e EUA, passarão a valorizar mais nosso mercado.