Com porte de sedã médio, Virtus é revelado pela Volkswagen

Derivado do Polo, novo sedã será lançado no Brasil em janeiro de 2018 com motor turbo 1.0 e transmissão automática
Volkswagen Virtus 2018

Volkswagen Virtus 2018 | Imagem: Divulgação

A Volkswagen acaba de revelar o Virtus, seu novo sedã compacto derivado do hatch Polo. O modelo será lançado no Brasil em janeiro de 2018 em versões com motor 1.0 TSI (turbo com injeção direta) e transmissão automática de seis velocidades, como ocorre com o Polo. A Volkswagen ainda não confirmou todos os pacotes do Virtus, algo que ocorrerá somente no lançamento no próximo mês, porém não deverá haver uma versão com o motor 1.0 aspirado, sendo que caberá ao 1.6 16V o papel de modelo de entrada. Uma novidade interessante que conseguimos apurar é que o Virtus deverá estrear uma composição do motor 1.6 com o câmbio automático de 6 marchas, a qual também cairia muito bem no Polo. Vamos aguardar a apresentação completa do modelo para ver se isso se confirma. 

Embora pareça frontalmente com o Polo, o Virtus é um carro maior: tem entreeixos de 2,65 metros (8,5 cm a mais que o Polo), o mesmo do atual Jetta, e porta-malas imenso, com 521 litros de capacidade. São 4,48 metros de comprimento total e um belo perfil de cupê – na traseira, as lanternas invadem a tampa do porta-malas, solução que lembra modelos mais caros da marca alemã. O Virtus ainda contará com 1,75 m de largura e 1,47 m de altura. 

“Estamos avançando rapidamente em nossa ofensiva de produtos, com a revelação do sedã Virtus apenas 60 dias após o lançamento do Novo Polo. É mais um passo para conquistar uma posição relevante na região América Latina. O Virtus já nasce com o selo da inovação: é pioneiro no uso de inteligência artificial, para ajudar o proprietário a conhecer e aproveitar melhor o Virtus no uso diário”, explicou o novo presidente da Volkswagen na região América do Sul e Brasil,  Pablo Di Si. 


 
 
Assim como seu irmão Polo, também o Virtus terá alguns recursos exclusivos como o painel de instrumentos digital, batizado de Active Info Display, e a central multimídia ampla Discover Media, de 8". Porém, se seguir a receita de sempre, eles serão opcionais até mesmo na versão Highline, mostrada na galeria de fotos.

Com visual elegante e conjunto mecânico mais avançado, é de se esperar que o Virtus vá disputar um mercado logo abaixo de onde reina o Toyota Corolla, por exemplo. Ou seja, um nicho onde hoje estão carros como o Honda City.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!