Hoje em dia o foco dos consumidores – e das fabricantes – estão completamente voltados para os SUVs, em especial os de porte compacto e médio aqui no Brasil.

Entre modelos importados ou fabricados no Brasil, todas as principais marcas atuam nesse segmento que se consolidou entre a preferência dos brasileiros. Mas, entre as principais marcas instaladas no Brasil, uma ausência sentida entre os SUVs compactos é a da japonesa Toyota, empresa que conta com uma ótima reputação no país e modelos de sucesso entre os sedans (Corolla), picapes (Hilux) e SUVs de grande porte (SW4).

Na época do lançamento do Yaris, o Autoo aproveitou a presença de Miguel Fonseca, responsável pelas áreas de vendas e marketing da empresa no Brasil, para questionar essa ausência da Toyota em categorias muito relevantes e com participação cada vez maior no mercado. Segundo nos explicou o executivo à época, a razão para tal era que o RAV4 atendia os clientes que buscavam um SUV na faixa de R$ 100.000 (ou um pouco acima disso), a qual concentra boa parte das vendas de SUVs no Brasil.

A grande questão é que, com a estreia da nova geração do RAV4 no país, com um conjunto muito mais sofisticado e preços entre R$ 165.990 e R$ 179.990, o modelo foi para um patamar muito superior, praticamente acabando com qualquer opção para quem busca um SUV mais acessível dentro da linha Toyota.

Com isso, começa a fazer mais sentido uma informação apurada pela revista Quatro Rodas ainda em 2017 de que parte da solução para a Toyota no Brasil estaria em outra marca do grupo: aproveitar produtos de baixo custo da marca Daihatsu. Para quem não se lembra, a marca chegou a oferecer alguns modelos no Brasil, entre eles o Terios, um simpático jipinho com tração 4x4 que foi vendido por aqui de 1997 a 1999.

Segundo informações mais recentes apuradas pelo Autos Segredos, a Toyota pode lançar seu aguardado SUV compacto por aqui em 2021, fabricado em Sorocaba (SP) ao lado de Yaris e Yaris Sedã, modelos com os quais o futuro SUV pode compartilhar muitos elementos em comum. O Autos Segredos ainda vai além e cita que esse futuro SUV compacto brasileiro da Toyota poderá até mesmo compartilhar o conjunto propulsor híbrido flex que vai figurar no novo Corolla.

Resta saber se a Toyota vai projetar um modelo completamente inédito para o mercado brasileiro, tomando como base a arquitetura mais simples de Yaris e Etios, ou aproveitar algum SUV já pronto em seu portfólio global. Muito se cogita de um modelo derivado do conceito DN Trec da Daihatsu, porém, com menos de 4 metros de comprimento, o modelo seria pequeno demais para encarar Honda HR-V, Nissan Kicks e cia.

A revista Quatro Rodas, à época, também levantava como possibilidade o Toyota Rush vendido da Índia servir de inspiração para o futuro SUV compacto nacional da marca. Com até uma opção 7 lugares, o Rush nada mais é do que uma evolução do Terios, agora em sua terceira geração. Com maior porte, ele seria um modelo que faria mais sentido para o Brasil. Vamos aguardar as próximas movimentações da Toyota para descobrirmos de uma forma mais concreta qual será a estratégia da marca, a qual, ao que tudo indica, deverá mesmo passar por uma solução local para atender as peculiaridades do mercado brasileiro. Mas sem dúvida, um SUV acessível da Toyota mexeria muito com o mercado e seria um acréscimo interessante para a categoria. 

Acima o Toyota Rush: modelo pode ser uma das inspirações para o futuro SUV compacto brasileiro da marca japonesa
Acima o Toyota Rush: modelo pode ser uma das inspirações para o futuro SUV compacto brasileiro da marca japonesa
Imagem: Divulgação

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/