Conversíveis podem trazer risco a audição, revela estudo

Pesquisa realizada por hospital britânico aponta alguns problemas desse tipo de modelo para a audição dos passageiros
Opel Cascada

Opel Cascada | Imagem: Divulgação

Em especial por questões de segurança, infelizmente os conversíveis não vingam no Brasil. Apesar de algumas tentativas de várias montadoras, em especial as de luxo, a procura por modelos desse tipo são quase sempre muito baixas por aqui, apesar do clima favorável ao uso desse tipo de modelo. 

Um estudo do Worcestershire Royal Hospital, do Reino Unido, contudo, aponta para um problema que os conversíveis podem acarretar para os passageiros: a exposição prolongada ao som do motor e ao ruído do vento, bem como a barulhos extremos como o som do rádio elevado ou passar ao lado de ônibus, motos e caminhões, repercute em um aumento considerável dos decibéis e elevam o risco de perda auditiva.

Os resultados, baseados nos níveis de barulho do lado direito e do lado esquerdo do motorista, enquanto dirige com a capota aberta e em diferentes velocidades, mostraram que, em uma velocidade entre 80 e 112 km/h, o ruído atingiu mais de 90 decibéis – um nível maior do que 85 decibéis já é considerado como limite para o risco de perda de audição. 

Os pesquisadores repetiram os testes com diversos modelos de conversíveis, na mesma estrada, local e horário – fora do considerado período do rush – e registraram resultados parecidos, com o nível máximo de 99 decibéis. Já com o carro conversível em movimento, mas com a capota fechada, não houve excesso no nível de decibéis. 

Para diminuir os níveis de ruído ao andar de carro conversível, os cientistas aconselham os motoristas a levantarem os vidros do carro, mesmo com a capota abaixada. Segundo eles, dessa maneira o barulho é reduzido e diminuem os riscos de problemas de audição. Outra medida bastante eficaz é o uso de protetores auriculares, por parte dos motoristas, enquanto o carro estiver transitando com a capota aberta. Mas se estiverem viajando por longos períodos, a recomendação para esses motoristas é deixar a capota fechada.