Dodge renova o icônico Challenger

Antes de estrear no Brasil, muscle car aparece com sutis alterações no Salão de Nova York

Dodge Challenger 2015 | Imagem: Divulgação

A Dodge celebra seu centenário em 2014 e, para celebrar a data especial, resolveu atualizar um de seus modelos mais icônicos, o Challenger. Revelado no Salão de Nova York, a linha 2015 do muscle car segue o modelo original, com pequenos retoques, que o deixaram mais moderno sem perder a cara de malvado.

A nova dianteira, nitidamente inspirada no modelo de 1971, ganhou grade repartida com frisos cromados, faróis de LEDs e capô mais pronunciado. Enquanto a traseira recebeu novas lanternas, agora separadas e envoltas por um acabamento em preto brilhante.

As principais novidades, todavia, estão sob do capô. O “V-oitão” 6.4 Hemi teve sua potência ampliada de 470 cv para 485 cv e gera 65,7 kgmf de torque. o modelo agora passa a ser oferecido também com a caixa automática de oito marchas TorqueFlite  – a transmissão manual de seis velocidades também está disponível.

Ao todo, a linha 2015 do Challenger conta com oito versões: SXT, SXT Plus, R/T, R/T Plus, R/T Shaker, R/T Plus Shaker, 6.4 Scat Pack e 392 HEMI Scat Shaker. Com o último, o Dodge Challenger é capaz de acelerar de 0 a 96 km/h em cerca de 4,5 segundos, comunica o fabricante. A velocidade máxima é de 293 km/h. Já as versões de entrada SXT e SXT, são equipadas com o motor 3.6 seis cilindros Pentastar de 305 cv, e apresentam desempenho um pouco mais manso.

O interior também foi renovado. A cabine ganhou novo painel, com apliques em alumínio e no console há uma tela  touchscreen de 8,4″ equipada com sistema uConnect. Os assentos também foram redesenhados, os dianteiros contam ainda com aquecimento e ventilação. A Dodge oferece uma infinidade de acabamentos para o interior do veículo – no total, são 14 combinações.

Os entusiastas brasileiros do muscle car da Dodge podem comemorar, o modelo estreia em outubro no País, durante o Salão do Automóvel de São Paulo. Para competir com o novo Mustang (esperado para 2015) e o Camaro, o Challenger atualizado deve ser vendido na mesma faixa de preço que seus irmãos musculosos, na casa dos R$ 200 mil.

A Dodge também apresentou durante o evento norte-americano a versão atualizada do Charger, que recebeu mudanças bem mais profundas. O modelo também estreia no Brasil no Salão de São Paulo.