Santo de casa não faz milagres, diz o ditado, que é válido para a Hyundai, hoje a marca de automóveis mais badalada no mundo. A expansão sem igual de suas vendas no mundo contrasta com a queda nas vendas em seu país de origem, a Coréia do Sul.

Mas, afinal, os coreanos enjoaram da Hyundai? Não, os problemas lá são outros. Afetado pela crise financeira, o país promoveu vários incentivos para manter aquecido o mercado. Com isso, em maio do ano passado a marca atingiu seu maior volume de vendas na história, com 63 718 unidades. No mês passado, a queda de 22,7% foi inevitável.

Mas no acumulado de 2010, a Hyundai ainda mantém um volume maior que em 2009, de 272 597 unidades. Nada comparável aos 35,3% de aumento nas vendas no exterior – no Brasil, esse crescimento é ainda mais espantoso, de 154%, embora nossa participação não passe de 5% do total mundial.

No total, a montadora já vendeu mais de 1,45 milhão de unidades no mundo este ano contra 1,11 milhão em 2009. O fato é que, com um mercado interno pequeno, não só Hyundai como Kia e SsanYong precisam como nunca da exportação para crescerem sem parar

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/